Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 26 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ação da Sabesp entrega 120 caixas d’água em Diadema

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Doação faz parte de esforço para que famílias não passem por períodos de desabastecimento


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

16/04/2020 | 00:01


A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) entregou na manhã de ontem 120 caixas-d’água para famílias do Inamar, em Diadema. Foram beneficiadas cerca de 600 pessoas. A distribuição foi gratuita e tem como objetivo prevenir que os moradores fiquem sem água em momentos em que são necessários reparos emergenciais ou manutenções preventivas na rede de abastecimento.

A medida também visa diminuir o impacto da pandemia da Covid-19, já que a higiene das mãos com frequência é uma das principais formas de evitar a contaminação. Diadema já tem 90 casos confirmados da doença e quatro mortes.

No Grande ABC, já foram entregues 200 unidades de caixas-d’água. A campanha ainda prevê a distribuição de mais 2.800 reservatórios em todas as cidades em que a Sabesp atua – investimento de R$ 1,2 milhão.

O auxiliar de serviços gerais desempregado Oberdan Alves Dias, 28 anos, recebeu um reservatório. Há dez anos o munícipe construiu em cima da casa da sogra, onde mora com a mulher e as duas filhas. As sete pessoas das duas famílias dividiam caixa-d’água de 1.000 litros. “Sempre que alguém estava tomando banho tinha que avisar para a outra família, porque acaba a água e queima o chuveiro. Agora isso vai acabar”, celebrou.

A doméstica Andrea Keila Alves Ferreira, 43, vivia com o marido e o filho há pelo menos quatro anos sem caixa-d’água. “Quando acabava a (água) da rua, ficávamos sem”, relatou. Desde que teve início a pandemia, a residência não sofreu com desabastecimento, mas agora, com o reservatório, a segurança será maior, relatou a moradora. “Agora vamos atrás de instalar”, completou.

Superintendente de operação da Sabesp, Roberval Tavares de Souza explicou que moradores de baixa renda que precisam de reservatórios podem entrar em contato com a empresa por meio do telefone 195 ou os números que constam na fatura da água. “Este é um programa importantíssimo neste momento de pandemia”, afirmou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ação da Sabesp entrega 120 caixas d’água em Diadema

Doação faz parte de esforço para que famílias não passem por períodos de desabastecimento

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

16/04/2020 | 00:01


A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) entregou na manhã de ontem 120 caixas-d’água para famílias do Inamar, em Diadema. Foram beneficiadas cerca de 600 pessoas. A distribuição foi gratuita e tem como objetivo prevenir que os moradores fiquem sem água em momentos em que são necessários reparos emergenciais ou manutenções preventivas na rede de abastecimento.

A medida também visa diminuir o impacto da pandemia da Covid-19, já que a higiene das mãos com frequência é uma das principais formas de evitar a contaminação. Diadema já tem 90 casos confirmados da doença e quatro mortes.

No Grande ABC, já foram entregues 200 unidades de caixas-d’água. A campanha ainda prevê a distribuição de mais 2.800 reservatórios em todas as cidades em que a Sabesp atua – investimento de R$ 1,2 milhão.

O auxiliar de serviços gerais desempregado Oberdan Alves Dias, 28 anos, recebeu um reservatório. Há dez anos o munícipe construiu em cima da casa da sogra, onde mora com a mulher e as duas filhas. As sete pessoas das duas famílias dividiam caixa-d’água de 1.000 litros. “Sempre que alguém estava tomando banho tinha que avisar para a outra família, porque acaba a água e queima o chuveiro. Agora isso vai acabar”, celebrou.

A doméstica Andrea Keila Alves Ferreira, 43, vivia com o marido e o filho há pelo menos quatro anos sem caixa-d’água. “Quando acabava a (água) da rua, ficávamos sem”, relatou. Desde que teve início a pandemia, a residência não sofreu com desabastecimento, mas agora, com o reservatório, a segurança será maior, relatou a moradora. “Agora vamos atrás de instalar”, completou.

Superintendente de operação da Sabesp, Roberval Tavares de Souza explicou que moradores de baixa renda que precisam de reservatórios podem entrar em contato com a empresa por meio do telefone 195 ou os números que constam na fatura da água. “Este é um programa importantíssimo neste momento de pandemia”, afirmou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;