Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jundiaí mobiliza empresas para levar torcedores do Paulista a SP


Jornal de Jundiaí
Especial para o Diário

07/04/2004 | 00:17


O Paulista deve contar com o apoio de, pelo menos, 15 mil torcedores no estádio do Pacaembu, domingo, na primeira partida da decisão do Campeonato Estadual. A invasão jundiaiense contará com o apoio da Prefeitura, que nesta terça iniciou uma série de contatos com as empresas da cidade, pedindo auxílio para o pagamento dos ônibus.

"Já conversamos com 200 empresas e vamos continuar fazendo esse contato amanhã (quarta)", disse o prefeito Miguel Haddad (PSDB), em encontro com dirigentes do Paulista e empresários, terça à noite.

Segundo Haddad, algumas dessas empresas estão se dispondo até a comprar ingressos para fornecer aos seus funcionários. "É uma forma interessante de o empresário promover uma integração com os funcionários", comentou.

Antes do encontro, 30 ônibus já estavam reservados pela torcida organizada Gamor. "Queremos reunir o maior número possível de ônibus. Por isso, pedimos a ajuda dos empresários da cidade", afirmou o prefeito, que revelou um acordo já selado com o Governador Geraldo Alckmin para a utilização de trens de Jundiaí à Barra Funda, estação próxima ao estádio.

O técnico Zetti, que também esteve no encontro, aprovou a iniciativa e convocou a torcida a comparecer ao Pacaembu. "O jundiaiense tem de aproveitar essa oportunidade. Não sabemos como o Paulista irá nos próximos campeonatos, mas essa final já é uma realidade", disse.

Empolgado com o apoio da Prefeitura, Alexandre Fehr, diretor da Gamor, afirmou que, mesmo com o jogo sendo disputado no domingo de Páscoa, a presença de público será surpreendente. "Muita gente está esperando estádio vazio, mas vão ter que corrigir isso quando virem nossa festa na arquibancada", aposta. Um dos motivos para tanta certeza é a possibilidade quase nula de confronto entre as torcidas. "A final será entre dois times que têm torcidas pacíficas, que querem apenas torcer. Isso dá tranqüilidade à quem quer ir ao estádio", acredita.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;