Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Manchester United anuncia série de medidas para ajudar serviço de saúde britânico

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/04/2020 | 10:44


O Manchester United anunciou nesta quinta-feira um pacote de medidas para apoiar o Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS, na sigla em inglês) em meio à pandemia do novo coronavírus. A série de medidas inclui desde doações até incentivo para os funcionários do clube serem voluntários na luta contra a doença.

O Manchester United anunciou que doou equipamentos médicos, itens de proteção, curativos e outros suprimentos médicos para o Salford Royal Hospital. Além disso, enviou, por meio de suas fundação, 3.500 brindes do clube para profissionais de limpeza e da administração de hospitais locais.

O Manchester United também informou que colocou uma frota de 16 veículos em espera com motoristas voluntários disponíveis para apoiar as operações do sistema de saúde na região de Manchester.

O clube está incentivando sua equipe de funcionários, especialmente os que têm carga horária reduzida, a serem voluntários do NHS durante a pandemia. Os trabalhadores continuarão sendo pagos integralmente se o trabalho voluntário ocorrer durante o horário de trabalho.

O Manchester ainda afirmou que a rede de escolas parceiras da Fundação Manchester United vai continuar recebendo os filhos de trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia da covid-19 em período integral. Também colocou o Old Trafford, seu estádio, à disposição para ser um possível centro temporário de doação de sangue até o fim do ano e resolveu doar 30 mil itens, entre comidas e bebidas, a bancos de alimentos, hospitais e outras instituições de caridade.

"A equipe do NHS e os voluntários que combatem o vírus estão se colocando em risco para manter todos em segurança e fazer um trabalho realmente incrível. Eles merecem agradecimentos e elogios por seu trabalho e esforços todos os dias", destacou o técnico Ole Gunnar Solksjaer.

Sir Alex Ferguson, maior treinador da história do Manchester, expressou a sua admiração pelo serviço nacional de saúde britânico, cujos profissionais salvaram a sua vida quando ele sofreu uma hemorragia no cérebro há cerca de dois anos.

"Estou feliz por reconhecermos a importância do nosso NHS - como experimentei há dois anos depois que eles salvaram minha vida. A resposta a esta pandemia foi magnífica e me deixou orgulhoso a maneira como o clube e o povo britânico se reuniram para ajudar", afirmou.

O capitão do time, Harry Maguire, se manifestou em nome dos jogadores do elenco, mandando forças às pessoas infectadas, e também agradecendo aos profissionais de saúde e trabalhadores essenciais.

"Nossos pensamentos estão com todos aqueles que foram afetados por esse terrível vírus. Foi emocionante ver a nação se unir para mostrar sua gratidão ao NHS e a outros trabalhadores essenciais", disse o zagueiro. "Trabalhando juntos, vamos superar isso e esperamos ser mais fortes por isso", emendou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manchester United anuncia série de medidas para ajudar serviço de saúde britânico


09/04/2020 | 10:44


O Manchester United anunciou nesta quinta-feira um pacote de medidas para apoiar o Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS, na sigla em inglês) em meio à pandemia do novo coronavírus. A série de medidas inclui desde doações até incentivo para os funcionários do clube serem voluntários na luta contra a doença.

O Manchester United anunciou que doou equipamentos médicos, itens de proteção, curativos e outros suprimentos médicos para o Salford Royal Hospital. Além disso, enviou, por meio de suas fundação, 3.500 brindes do clube para profissionais de limpeza e da administração de hospitais locais.

O Manchester United também informou que colocou uma frota de 16 veículos em espera com motoristas voluntários disponíveis para apoiar as operações do sistema de saúde na região de Manchester.

O clube está incentivando sua equipe de funcionários, especialmente os que têm carga horária reduzida, a serem voluntários do NHS durante a pandemia. Os trabalhadores continuarão sendo pagos integralmente se o trabalho voluntário ocorrer durante o horário de trabalho.

O Manchester ainda afirmou que a rede de escolas parceiras da Fundação Manchester United vai continuar recebendo os filhos de trabalhadores da linha de frente do combate à pandemia da covid-19 em período integral. Também colocou o Old Trafford, seu estádio, à disposição para ser um possível centro temporário de doação de sangue até o fim do ano e resolveu doar 30 mil itens, entre comidas e bebidas, a bancos de alimentos, hospitais e outras instituições de caridade.

"A equipe do NHS e os voluntários que combatem o vírus estão se colocando em risco para manter todos em segurança e fazer um trabalho realmente incrível. Eles merecem agradecimentos e elogios por seu trabalho e esforços todos os dias", destacou o técnico Ole Gunnar Solksjaer.

Sir Alex Ferguson, maior treinador da história do Manchester, expressou a sua admiração pelo serviço nacional de saúde britânico, cujos profissionais salvaram a sua vida quando ele sofreu uma hemorragia no cérebro há cerca de dois anos.

"Estou feliz por reconhecermos a importância do nosso NHS - como experimentei há dois anos depois que eles salvaram minha vida. A resposta a esta pandemia foi magnífica e me deixou orgulhoso a maneira como o clube e o povo britânico se reuniram para ajudar", afirmou.

O capitão do time, Harry Maguire, se manifestou em nome dos jogadores do elenco, mandando forças às pessoas infectadas, e também agradecendo aos profissionais de saúde e trabalhadores essenciais.

"Nossos pensamentos estão com todos aqueles que foram afetados por esse terrível vírus. Foi emocionante ver a nação se unir para mostrar sua gratidão ao NHS e a outros trabalhadores essenciais", disse o zagueiro. "Trabalhando juntos, vamos superar isso e esperamos ser mais fortes por isso", emendou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;