Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Novas medidas de estímulo no Brasil e nos EUA animam Ibovespa



09/04/2020 | 11:23


Novas medidas de estímulo anunciadas nesta quinta-feira, 9, pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) e mais ações por parte do governo brasileiro para amenizar os impactos do novo coronavírus impulsionam alta do Ibovespa pelo quarto dia consecutivo. Na máxima, superou os 80 mil pontos (80.088,08).

O Fed anunciou novos estímulos monetários de US$ 2,3 trilhões. Além disso, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, revelou que um pacote de ajuda para empresas aéreas será a "próxima grande coisa" a ser lançada pelo governo dos Estados Unidos.

Tudo isso ajudou a impulsionar os negócios após mais um aumento nos pedidos de auxílio-desemprego no país. Os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA atingiram 6,6 milhões na semana encerrada no dia 4 de abril, de acordo com o Departamento do trabalho. O número superou as previsões de 5 milhões de especialistas de mercado.

A questão, avalia Sandra Peres, da Terra Investimentos, é que os pedidos ainda devem continuar elevados, pois há a expectativa de que o pico de coronavírus ainda será atingido nos EUA. "Ou seja, será fácil ver número mais elevados", analisa.

"Ainda temos de esperar a decisão da Opep+ e do Eurogrupo, tanto que os mercados estavam oscilando bastante mais cedo. A tendência é de corte, mas não sabemos em que quantidade", afirma. Conforme a analista, caso não ocorra uma redução na produção da commodity, o estresse nos mercados deve ser grande.

Conforme a analista, a decisão do Eurogrupo, que pode anunciar medidas de estímulo também é importante, porém, a decisão da Opep+ deve ter mais peso sobre os mercados, acrescenta. Mais cedo, o Banco Central Europeu (BCE) alertou na ata da reunião de março, divulgada hoje, para o risco de uma grande recessão na zona do euro, como consequência do novo coronavírus. As bolsas europeias avançam.

Os contratos futuros de petróleo sobem na faixa de 4%, a US$ 26,10 (Nova York), fator que impulsiona as ações de commodities, que ainda têm como amparo a valorização do minério de ferro na China.

Nesta quinta, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, está anunciando mais de dez medidas para ajudar as construtoras. Ele disse que já tem R$ 154 bilhões em dinheiro novo para conter a crise provocada pela pandemia e que, se necessário, ampliará as linhas de crédito. Afirmou também que não aceitará demissão. A estimativa da Caixa é de manutenção de 1,2 milhão de empregos no setor da construção. A caixa também anunciou R$ 43 bilhões para setor do crédito imobiliário.

O Conselho Monetário Nacional (CMN), por sua vez, autorizou bancos a prorrogarem pagamento de crédito de custeio a produtor rural afetado pela covid-19.

As ações do setor financeiro operam com ganhos na faixa de 2,00%, e as do segmento imobiliário e de construção também avançavam.

Porém, Sandra alerta para a instabilidade política interna que pode provocar mais insegurança nos investidores do que a pandemia em si. "O governo vem aforando várias medidas - para o setor elétrico, da construção, tem os R$ 600 e ações da Caixa. Tudo isso é importante, mas precisa saber quando chegará na ponta final. Além disso, a briga entre os Poderes só atrapalha", diz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novas medidas de estímulo no Brasil e nos EUA animam Ibovespa


09/04/2020 | 11:23


Novas medidas de estímulo anunciadas nesta quinta-feira, 9, pelo Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) e mais ações por parte do governo brasileiro para amenizar os impactos do novo coronavírus impulsionam alta do Ibovespa pelo quarto dia consecutivo. Na máxima, superou os 80 mil pontos (80.088,08).

O Fed anunciou novos estímulos monetários de US$ 2,3 trilhões. Além disso, o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, revelou que um pacote de ajuda para empresas aéreas será a "próxima grande coisa" a ser lançada pelo governo dos Estados Unidos.

Tudo isso ajudou a impulsionar os negócios após mais um aumento nos pedidos de auxílio-desemprego no país. Os pedidos de auxílio-desemprego nos EUA atingiram 6,6 milhões na semana encerrada no dia 4 de abril, de acordo com o Departamento do trabalho. O número superou as previsões de 5 milhões de especialistas de mercado.

A questão, avalia Sandra Peres, da Terra Investimentos, é que os pedidos ainda devem continuar elevados, pois há a expectativa de que o pico de coronavírus ainda será atingido nos EUA. "Ou seja, será fácil ver número mais elevados", analisa.

"Ainda temos de esperar a decisão da Opep+ e do Eurogrupo, tanto que os mercados estavam oscilando bastante mais cedo. A tendência é de corte, mas não sabemos em que quantidade", afirma. Conforme a analista, caso não ocorra uma redução na produção da commodity, o estresse nos mercados deve ser grande.

Conforme a analista, a decisão do Eurogrupo, que pode anunciar medidas de estímulo também é importante, porém, a decisão da Opep+ deve ter mais peso sobre os mercados, acrescenta. Mais cedo, o Banco Central Europeu (BCE) alertou na ata da reunião de março, divulgada hoje, para o risco de uma grande recessão na zona do euro, como consequência do novo coronavírus. As bolsas europeias avançam.

Os contratos futuros de petróleo sobem na faixa de 4%, a US$ 26,10 (Nova York), fator que impulsiona as ações de commodities, que ainda têm como amparo a valorização do minério de ferro na China.

Nesta quinta, o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, está anunciando mais de dez medidas para ajudar as construtoras. Ele disse que já tem R$ 154 bilhões em dinheiro novo para conter a crise provocada pela pandemia e que, se necessário, ampliará as linhas de crédito. Afirmou também que não aceitará demissão. A estimativa da Caixa é de manutenção de 1,2 milhão de empregos no setor da construção. A caixa também anunciou R$ 43 bilhões para setor do crédito imobiliário.

O Conselho Monetário Nacional (CMN), por sua vez, autorizou bancos a prorrogarem pagamento de crédito de custeio a produtor rural afetado pela covid-19.

As ações do setor financeiro operam com ganhos na faixa de 2,00%, e as do segmento imobiliário e de construção também avançavam.

Porém, Sandra alerta para a instabilidade política interna que pode provocar mais insegurança nos investidores do que a pandemia em si. "O governo vem aforando várias medidas - para o setor elétrico, da construção, tem os R$ 600 e ações da Caixa. Tudo isso é importante, mas precisa saber quando chegará na ponta final. Além disso, a briga entre os Poderes só atrapalha", diz.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;