Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Marcão do Povo é suspenso do SBT após defender campos de concentração para infectados de coronavírus



08/04/2020 | 18:10


Apresentador do Primeiro Impacto, Marcos Paulo Ribeiro de Morais, mais conhecido como Marcão do Povo, foi suspenso de suas funções, segundo informou o SBT. Ele causou polêmica ao sugerir na atração da última terça-feira, dia 7, que os infectados com o novo coronavírus deviam ir para um campo de concentração:

- Não seria interessante pegar, por exemplo, montar um campo de concentração, com equipamentos sofisticados, com os melhores profissionais e colocar essas pessoas com problemas e sintomas? E acaba também de ter que espalhar dinheiro pros estados. Esse negócio de vários governadores que nem sequer um caso foi comprovado e o estado decretou calamidade. O estado tem necessidade de decretar calamidade? Não tem!

Ele ainda acrescentou:

- É uma ideia que eu tô dando, a população pode concordar ou não concordar, o Presidente pode acatar ou não acatar. Eu acho que vai voltar a tudo ao normal, vamos voltar todo mundo a trabalhar, a vida vai seguir. É uma ideia, fica a dica!

Campos de concentração foram implementados pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial em que prisioneiros, em sua maioria judeus, eram submetidos a torturas, maus tratos e trabalhos forçados. Em alguns campos, os prisoneiros eram ainda assassinados.

No comunicado, o SBT informou o seguinte:

Ontem, durante a exibição do programa jornalístico Primeiro Impacto, o apresentador Marcos Paulo Ribeiro de Morais, popularmente conhecido como Marcão do Povo, se utilizou do espaço em nosso jornal para expressar uma opinião de cunho pessoal que dizia respeito ao tema tão delicado que o mundo e nosso país atravessam: a Covid-19. Gostaríamos de esclarecer ao público, às autoridades, àqueles que estão na linha de frente ao combate incessante da pandemia e, em especial, às pessoas vitimadas, que de forma alguma a opinião expressada pelo apresentador reflete o pensamento, a atitude e o respeito que a emissora tem pelo momento atual.

Temos total consciência da relevância do assunto e temos, a todo momento, nos preocupado em informar e esclarecer de forma isenta e imparcial os acontecimentos e as providências que as autoridades e todos brasileiros estão adotando para vencermos essa enorme crise de saúde já presente, e a econômica que se avizinha. Desta forma, sinceramente lamentamos que o apresentador tenha usado nossa plataforma de modo que contraria tão profundamente os nossos princípios. A todos que de alguma forma possam ter se ofendido ou mesmo se indignado com as opiniões pessoais do apresentador, nossas mais sinceras desculpas. Nossos profissionais de jornalismo seguirão na dura missão de bem informar, sempre preocupados com o bem estar de todos os brasileiros. O apresentador foi suspenso de suas funções.

Polêmico, né?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marcão do Povo é suspenso do SBT após defender campos de concentração para infectados de coronavírus


08/04/2020 | 18:10


Apresentador do Primeiro Impacto, Marcos Paulo Ribeiro de Morais, mais conhecido como Marcão do Povo, foi suspenso de suas funções, segundo informou o SBT. Ele causou polêmica ao sugerir na atração da última terça-feira, dia 7, que os infectados com o novo coronavírus deviam ir para um campo de concentração:

- Não seria interessante pegar, por exemplo, montar um campo de concentração, com equipamentos sofisticados, com os melhores profissionais e colocar essas pessoas com problemas e sintomas? E acaba também de ter que espalhar dinheiro pros estados. Esse negócio de vários governadores que nem sequer um caso foi comprovado e o estado decretou calamidade. O estado tem necessidade de decretar calamidade? Não tem!

Ele ainda acrescentou:

- É uma ideia que eu tô dando, a população pode concordar ou não concordar, o Presidente pode acatar ou não acatar. Eu acho que vai voltar a tudo ao normal, vamos voltar todo mundo a trabalhar, a vida vai seguir. É uma ideia, fica a dica!

Campos de concentração foram implementados pelos nazistas na Segunda Guerra Mundial em que prisioneiros, em sua maioria judeus, eram submetidos a torturas, maus tratos e trabalhos forçados. Em alguns campos, os prisoneiros eram ainda assassinados.

No comunicado, o SBT informou o seguinte:

Ontem, durante a exibição do programa jornalístico Primeiro Impacto, o apresentador Marcos Paulo Ribeiro de Morais, popularmente conhecido como Marcão do Povo, se utilizou do espaço em nosso jornal para expressar uma opinião de cunho pessoal que dizia respeito ao tema tão delicado que o mundo e nosso país atravessam: a Covid-19. Gostaríamos de esclarecer ao público, às autoridades, àqueles que estão na linha de frente ao combate incessante da pandemia e, em especial, às pessoas vitimadas, que de forma alguma a opinião expressada pelo apresentador reflete o pensamento, a atitude e o respeito que a emissora tem pelo momento atual.

Temos total consciência da relevância do assunto e temos, a todo momento, nos preocupado em informar e esclarecer de forma isenta e imparcial os acontecimentos e as providências que as autoridades e todos brasileiros estão adotando para vencermos essa enorme crise de saúde já presente, e a econômica que se avizinha. Desta forma, sinceramente lamentamos que o apresentador tenha usado nossa plataforma de modo que contraria tão profundamente os nossos princípios. A todos que de alguma forma possam ter se ofendido ou mesmo se indignado com as opiniões pessoais do apresentador, nossas mais sinceras desculpas. Nossos profissionais de jornalismo seguirão na dura missão de bem informar, sempre preocupados com o bem estar de todos os brasileiros. O apresentador foi suspenso de suas funções.

Polêmico, né?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;