Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Italiano finalista dos 800 metros em Los Angeles-1984 morre por coronavírus



08/04/2020 | 08:58


O Comitê Olímpico Italiano (CONI) informou, nesta quarta-feira, a morte de Donato Sabia, de 56 anos, duas vezes finalista olímpico na prova dos 800 metros. Segundo a entidade, o ex-atleta esteve internado por "alguns dias" na unidade de terapia intensiva no hospital San Carlo, em Potenza, na região italiana do sul de Basilicata.

Campeão europeu indoor em 1984, Sabia terminou em quinto na final dos 800 metros em Los Angeles no mesmo ano, prova vencida pelo brasileiro Joaquim Cruz, e foi sétimo em Seul, quatro anos depois. Segundo o CONI, Sabia é o primeiro finalista olímpico no mundo vítima do coronavírus.

A federação italiana de atletismo (FIDAL) descreveu Sabia como "um atleta extraordinariamente talentoso, mas, acima de tudo, uma pessoa gentil." Segundo a entidade, o pai do ex-atleta também morreu de covid-19 alguns dias antes.

"É uma tragédia dentro de uma tragédia", disse Alfio Giomi, presidente da FIDAL, em um comunicado. "Donato era uma pessoa que você não poderia não amar."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Italiano finalista dos 800 metros em Los Angeles-1984 morre por coronavírus


08/04/2020 | 08:58


O Comitê Olímpico Italiano (CONI) informou, nesta quarta-feira, a morte de Donato Sabia, de 56 anos, duas vezes finalista olímpico na prova dos 800 metros. Segundo a entidade, o ex-atleta esteve internado por "alguns dias" na unidade de terapia intensiva no hospital San Carlo, em Potenza, na região italiana do sul de Basilicata.

Campeão europeu indoor em 1984, Sabia terminou em quinto na final dos 800 metros em Los Angeles no mesmo ano, prova vencida pelo brasileiro Joaquim Cruz, e foi sétimo em Seul, quatro anos depois. Segundo o CONI, Sabia é o primeiro finalista olímpico no mundo vítima do coronavírus.

A federação italiana de atletismo (FIDAL) descreveu Sabia como "um atleta extraordinariamente talentoso, mas, acima de tudo, uma pessoa gentil." Segundo a entidade, o pai do ex-atleta também morreu de covid-19 alguns dias antes.

"É uma tragédia dentro de uma tragédia", disse Alfio Giomi, presidente da FIDAL, em um comunicado. "Donato era uma pessoa que você não poderia não amar."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;