Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Mandetta fala em esforço com a China para que Brasil receba equipamentos de saúde



07/04/2020 | 18:11


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que fez contato com o governo da China em busca de um "esforço comum" para trazer equipamentos de saúde ao Brasil durante a pandemia do novo coronavírus.

"Fizemos contato com a China para que cada contrato que fizermos possamos fazer isso contando com o apoio da Embaixada da China no Brasil. A gente sabe da importância desse esforço comum neste momento para garantir que possamos ter esses equipamentos aqui", disse Mandetta durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Ele voltou a dizer que, em alguns casos, será necessário enviar aviões brasileiros para viabilizar o transporte dos equipamentos.

Pouco antes, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, contou, pelo Twitter, que conversou com Mandetta por telefone e que eles concordaram e reforçar a cooperação bilateral entre os países.

"Nesta tarde, na conversa telefônica com Min. Luiz Henrique Mandetta, coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da saúde, para compartilhar experiências do combate à Covid-19 em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global", escreveu o ministro.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mandetta fala em esforço com a China para que Brasil receba equipamentos de saúde


07/04/2020 | 18:11


O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que fez contato com o governo da China em busca de um "esforço comum" para trazer equipamentos de saúde ao Brasil durante a pandemia do novo coronavírus.

"Fizemos contato com a China para que cada contrato que fizermos possamos fazer isso contando com o apoio da Embaixada da China no Brasil. A gente sabe da importância desse esforço comum neste momento para garantir que possamos ter esses equipamentos aqui", disse Mandetta durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Ele voltou a dizer que, em alguns casos, será necessário enviar aviões brasileiros para viabilizar o transporte dos equipamentos.

Pouco antes, o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, contou, pelo Twitter, que conversou com Mandetta por telefone e que eles concordaram e reforçar a cooperação bilateral entre os países.

"Nesta tarde, na conversa telefônica com Min. Luiz Henrique Mandetta, coincidimos em reforçar a cooperação bilateral, especialmente entre os dois ministérios da saúde, para compartilhar experiências do combate à Covid-19 em prol do enfrentamento conjunto deste desafio global", escreveu o ministro.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;