Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Patricia Abravanel desabafa sobre medos na quarentena e fala sobre ver Silvio Santos usando máscara: - Foi superesquisito



06/04/2020 | 12:10


Em conversa com colunista Mauricio Stycer, Patricia Abravanel deu detalhes de como está passando nessa quarentena. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde está incentivando as pessoas a evitarem aglomerações e a ficarem em casa, isoladas socialmente.

Sobre o assunto, a apresentadora do SBT começou desabafando:

- Tenho medos, mas estou tentando aproveitar ao máximo os meus filhos, minha família. Sabe? Então, está sendo bom, na medida do possível. Agora, estão falando que as aulas vão voltar só em agosto, que vai emendar com as férias. Vou ficar louca. O que eu vou fazer com eles? E eles ficam inquietos. Mas está sendo bom. O mais difícil é ficar longe dos meus pais [Silvio Santos e Íris Abravanel]. A gente está isolando eles, de fato. A gente já teve alguns encontros, a metros de distância, eles com máscaras. É difícil para os idosos, que estão mais sozinhos.

Patricia continua, explicando que Silvio e Íris estavam com a família em Tamboré, mas voltaram para São Paulo:

- Na verdade, eles vieram para cá (Tamboré). Eu, Rebeca [Abravanel], Renata [Abravanel], Daniela [Abravanel], a gente é tudo vizinha. E eles têm uma casa aqui, que eles não usam. Mas eles vieram, passaram alguns dias e voltaram para a casa deles. A gente ficou preocupada. Muita criança. As crianças não entendem por que não podem chegar perto deles, do vovô, da vovó. E a gente sabe que eles estão mais no risco, né? Sei lá como é essa doença, a gente só vê notícia ruim. Isso está sendo o mais difícil. No mais, é a maior alegria. A gente está brincando muito com as crianças.

Por fim, detalhou a sua reação ao ver seus pais usando máscaras de proteção:

- Foi superesquisito, principalmente para as crianças. Quem está sofrendo mais com tudo isso são os idosos. É estranho chamar os meus pais de idosos, mas de fato são idosos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Patricia Abravanel desabafa sobre medos na quarentena e fala sobre ver Silvio Santos usando máscara: - Foi superesquisito


06/04/2020 | 12:10


Em conversa com colunista Mauricio Stycer, Patricia Abravanel deu detalhes de como está passando nessa quarentena. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde está incentivando as pessoas a evitarem aglomerações e a ficarem em casa, isoladas socialmente.

Sobre o assunto, a apresentadora do SBT começou desabafando:

- Tenho medos, mas estou tentando aproveitar ao máximo os meus filhos, minha família. Sabe? Então, está sendo bom, na medida do possível. Agora, estão falando que as aulas vão voltar só em agosto, que vai emendar com as férias. Vou ficar louca. O que eu vou fazer com eles? E eles ficam inquietos. Mas está sendo bom. O mais difícil é ficar longe dos meus pais [Silvio Santos e Íris Abravanel]. A gente está isolando eles, de fato. A gente já teve alguns encontros, a metros de distância, eles com máscaras. É difícil para os idosos, que estão mais sozinhos.

Patricia continua, explicando que Silvio e Íris estavam com a família em Tamboré, mas voltaram para São Paulo:

- Na verdade, eles vieram para cá (Tamboré). Eu, Rebeca [Abravanel], Renata [Abravanel], Daniela [Abravanel], a gente é tudo vizinha. E eles têm uma casa aqui, que eles não usam. Mas eles vieram, passaram alguns dias e voltaram para a casa deles. A gente ficou preocupada. Muita criança. As crianças não entendem por que não podem chegar perto deles, do vovô, da vovó. E a gente sabe que eles estão mais no risco, né? Sei lá como é essa doença, a gente só vê notícia ruim. Isso está sendo o mais difícil. No mais, é a maior alegria. A gente está brincando muito com as crianças.

Por fim, detalhou a sua reação ao ver seus pais usando máscaras de proteção:

- Foi superesquisito, principalmente para as crianças. Quem está sofrendo mais com tudo isso são os idosos. É estranho chamar os meus pais de idosos, mas de fato são idosos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;