Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Popó coloca cinturão mundial em leilão na luta contra a pandemia



04/04/2020 | 17:01


Acelino Popó Freitas está na briga contra o coronavírus. O tetracampeão mundial gravou um vídeo, neste sábado, no qual coloca um de seus cinturões a leilão. O primeiro lance é de R$ 20 mil.

O cinturão é o da Associação Mundial de Boxe, categoria superpenas, conquistado em janeiro de 2002 na vitória sobre o cubano Joel Casamayor. O brasileiro venceu o duelo, por pontos, após 12 assaltos eletrizantes, em Las Vegas.

"É com muito carinho que eu estou fazendo o leilão deste cinturão para pessoas que têm boa condição financeira. Para a gente poder comprar mais cestas básicas. Conto com sua ajuda. Não é para mim. É para todos", disse o ex-boxeador baiano, de 44 anos.

Desde o início da pandemia, Popó tem participado de várias ações na busca de ajuda para as pessoas, principalmente em Salvador, onde mora.

Popó foi campeão pela primeira vez em 1999, quando ganhou o cinturão dos superpenas da Organização Mundial de Boxe. Em 2002, unificou os títulos, ao bater Casamayor. Subiu de categoria e foi campeão dos leves pela Organização Mundial, em 2004. Ganhou também o cinturão da AMB, em 2006.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Popó coloca cinturão mundial em leilão na luta contra a pandemia


04/04/2020 | 17:01


Acelino Popó Freitas está na briga contra o coronavírus. O tetracampeão mundial gravou um vídeo, neste sábado, no qual coloca um de seus cinturões a leilão. O primeiro lance é de R$ 20 mil.

O cinturão é o da Associação Mundial de Boxe, categoria superpenas, conquistado em janeiro de 2002 na vitória sobre o cubano Joel Casamayor. O brasileiro venceu o duelo, por pontos, após 12 assaltos eletrizantes, em Las Vegas.

"É com muito carinho que eu estou fazendo o leilão deste cinturão para pessoas que têm boa condição financeira. Para a gente poder comprar mais cestas básicas. Conto com sua ajuda. Não é para mim. É para todos", disse o ex-boxeador baiano, de 44 anos.

Desde o início da pandemia, Popó tem participado de várias ações na busca de ajuda para as pessoas, principalmente em Salvador, onde mora.

Popó foi campeão pela primeira vez em 1999, quando ganhou o cinturão dos superpenas da Organização Mundial de Boxe. Em 2002, unificou os títulos, ao bater Casamayor. Subiu de categoria e foi campeão dos leves pela Organização Mundial, em 2004. Ganhou também o cinturão da AMB, em 2006.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;