Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mangels investirá R$ 40 milhões na unidade da região


Niceia de Freitas
Do Diário do Grande ABC

29/11/2004 | 10:02


Dos investimentos previstos pela Mangels Industrial, de R$ 80 milhões, metade será canalizada para a unidade de São Bernardo. Os recursos serão aplicados entre 2005 e 2007 e contemplam a ampliação da capacidade de produção de relaminados para 130 mil toneladas por ano. Durante esses três anos de implementação do investimento serão gerados cerca 80 empregos.

O projeto de expansão foi definido no segundo semestre em função da necessidade de atender o aquecimento do mercado, principalmente o automobilístico. Segundo o superintendente da Divisão Aços, Ronalde Silveira Pinna, a empresa negocia com três fontes para obter os financiamentos.

As negociações com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) estão em fase adiantada e a recente transição no comando da instituição não deve interferir nos entendimentos. As outras fontes são o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais e uma instituição estrangeira, que não foi revelada.

A liberação dos recursos depende da aprovação final dos projetos. No entanto, Pinna comenta que a empresa já deu partida à implementação dos investimentos, que serão desembolsados em etapas.

A primeira, de R$ 25 milhões, em 2005; outros R$ 25 milhões em 2006; e os R$ 30 milhões restantes em 2007. A empresa negocia a compra de equipamentos e contrata fornecedores.

Faturamento - Os negócios da Mangels São Bernardo já haviam consumido R$ 20 milhões, dos R$ 70 milhões investidos nas plantas industriais, entre 1994 e 2000. Os principais produtos da Divisão Aço são tiras relaminadas destinadas à indústria automobilística, de cutelaria, de ferramentas, de serras e de eletrodomésticos.

A unidade da região produz chapas de aço relaminados e o faturamento é o mais representativo, 58% em relação à outra unidade, de Minas Gerais, que fica com os 42% restantes. Até o terceiro trimestre deste ano, o faturamento do grupo contabilizou R$ 450 milhões, volume 23% superior ao mesmo período do ano passado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;