Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região se prepara para aumento de demanda

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Grande ABC tem sete mortes causadas pela Covid-19; em Ribeirão, novos coveiros serão contratados


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

01/04/2020 | 23:30


As prefeituras do Grande ABC se mobilizam para necessidade de aumento no número de pessoas a serem enterradas nos cemitérios municipais da região com o avanço da Covid-19. Até o fechamento desta edição, sete moradores haviam morrido em decorrência da doença. Na cidade de São Paulo os cemitérios já enfrentam demanda crescente de sepultamentos, mesmo que muitos óbitos não estejam sendo atestados como causados pela doença, devido ao atraso na conclusão dos exames laboratoriais.

Em Santo André, desde o dia 20, o Serviço Funerário Municipal restringiu os sepultamentos na ala temporária do Cemitério Nossa Senhora do Carmo, na Vila Curuçá, exclusivamente para moradores da cidade. Segundo a administração, a medida visa preservar as vagas de sepultamento para os munícipes caso a demanda aumente por conta da pandemia do novo coronavírus. A equipe do Diário esteve ontem no local e verificou que várias covas foram abertas recentemente. Atualmente, a cidade tem 650 vagas disponíveis e está trabalhando para a liberação de mais covas com as exumações de rotina, o que deve ampliar em 20% esse número.

Nos demais cemitérios de Santo André, os sepultamentos seguem normalmente, pois os jazigos pertencem às famílias concessionárias. A cidade conta com 42 profissionais que realizam os enterros e não há previsão, no momento, de ampliação na equipe.

São Bernado informou que nos quatro cemitérios municipais da cidade existem 400 vagas temporárias no equipamento do bairro dos Casa, onde novas exumações estão sendo executadas. São Caetano apenas informou que “há vagas suficientes”, mas não mencionou quantas.

Diadema não informou quantas covas existem no cemitério municipal, mas destacou que são realizados controle e equilíbrio entre o número de sepultamentos e o de exumações, além de uma reserva técnica para situação emergencial, como a da Covid-19. Segundo a Prefeitura, se necessário, há previsão legal para que seja utilizado o Cemitério Vale da Paz, que é privado.

A Prefeitura de Mauá informou que conta com 265 covas livres e que 363 estão em processo de exumação. São 14 funcionários que atuam nos serviços de sepultamento, exumação e limpeza – a administração não mencionou se pretende ampliar a equipe. Em Ribeirão Pires, o cemitério tem capacidade para mais 300 corpos e a administração está ampliando a equipe de coveiros, que conta com oito profissionais.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região se prepara para aumento de demanda

Grande ABC tem sete mortes causadas pela Covid-19; em Ribeirão, novos coveiros serão contratados

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

01/04/2020 | 23:30


As prefeituras do Grande ABC se mobilizam para necessidade de aumento no número de pessoas a serem enterradas nos cemitérios municipais da região com o avanço da Covid-19. Até o fechamento desta edição, sete moradores haviam morrido em decorrência da doença. Na cidade de São Paulo os cemitérios já enfrentam demanda crescente de sepultamentos, mesmo que muitos óbitos não estejam sendo atestados como causados pela doença, devido ao atraso na conclusão dos exames laboratoriais.

Em Santo André, desde o dia 20, o Serviço Funerário Municipal restringiu os sepultamentos na ala temporária do Cemitério Nossa Senhora do Carmo, na Vila Curuçá, exclusivamente para moradores da cidade. Segundo a administração, a medida visa preservar as vagas de sepultamento para os munícipes caso a demanda aumente por conta da pandemia do novo coronavírus. A equipe do Diário esteve ontem no local e verificou que várias covas foram abertas recentemente. Atualmente, a cidade tem 650 vagas disponíveis e está trabalhando para a liberação de mais covas com as exumações de rotina, o que deve ampliar em 20% esse número.

Nos demais cemitérios de Santo André, os sepultamentos seguem normalmente, pois os jazigos pertencem às famílias concessionárias. A cidade conta com 42 profissionais que realizam os enterros e não há previsão, no momento, de ampliação na equipe.

São Bernado informou que nos quatro cemitérios municipais da cidade existem 400 vagas temporárias no equipamento do bairro dos Casa, onde novas exumações estão sendo executadas. São Caetano apenas informou que “há vagas suficientes”, mas não mencionou quantas.

Diadema não informou quantas covas existem no cemitério municipal, mas destacou que são realizados controle e equilíbrio entre o número de sepultamentos e o de exumações, além de uma reserva técnica para situação emergencial, como a da Covid-19. Segundo a Prefeitura, se necessário, há previsão legal para que seja utilizado o Cemitério Vale da Paz, que é privado.

A Prefeitura de Mauá informou que conta com 265 covas livres e que 363 estão em processo de exumação. São 14 funcionários que atuam nos serviços de sepultamento, exumação e limpeza – a administração não mencionou se pretende ampliar a equipe. Em Ribeirão Pires, o cemitério tem capacidade para mais 300 corpos e a administração está ampliando a equipe de coveiros, que conta com oito profissionais.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;