Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

São Caetano luta contra o coronavírus


Do Diário do Grande Abc

02/04/2020 | 10:17


As prefeituras têm tratado o tema da prevenção e combate ao coronavírus (Covid-19) com muita responsabilidade e serenidade, seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), em especial, neste momento, o isolamento social para evitar a multiplicação do vírus, seguindo protocolos bem-sucedidos praticados em várias cidades ao redor do mundo para conter a pandemia.

A Prefeitura de São Caetano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, formou comitê gestor de crise envolvendo as principais pastas de governo, liderado pelo prefeito José Auricchio Júnior, e tomou várias medidas de prevenção, realizando firmes ações no combate ao coronavírus.

Até o dia 31 de março tínhamos 461 casos suspeitos de coronavírus, 30 casos confirmados e um óbito. A Prefeitura dobrou de 40 para 80 o número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atender pacientes com Covid-19, além de leitos para baixa complexidade; contando, também, com suporte de quatro hospitais da rede privada que, juntos, somam mais 250 leitos de UTI.

Serão 330 leitos de UTI entre as redes pública e privada, mais do que o triplo recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). São Caetano criou três postos de drive thru para vacinar idosos contra a gripe H1N1, além de disponibilizar 12 escolas e quatro Cises da terceira idade. Cerca de 2.000 cestas de alimentos serão entregues a alunos de baixa renda durante a suspensão das aulas. Equipes, denominadas Guardiões da Vida, foram criadas, onde assistentes sociais estão em rondas pela cidade orientando e conscientizando as pessoas sobre a importância do isolamento social. A Carreta Saúde em Movimento está 24 horas atendendo casos exclusivos de síndromes gripais.

Foram suspensas as tarifas de água e esgoto e a taxa do lixo por três meses para quem paga a tarifa social (18 mil ligações, atingindo cerca de 50 mil pessoas). A USCS (Universidade Municipal de São Caetano) suspendeu o pagamento das mensalidades de abril, maio e junho para os alunos que tiverem o emprego ou o salário afetado pelo coronavírus.

A Prefeitura também planeja a construção de hospital de campanha, unidade que funcionará temporariamente para cuidar das vítimas da pandemia, a ser instalada no Hospital São Caetano. O prefeito Auricchio também adotou ferramenta de videoconferência para reunir-se com os secretários municipais e vereadores, desta forma os trabalhos não param e afastam-se riscos de contaminação. São mais de 70 medidas emergenciais adotadas pela Prefeitura, definidas por meio de comitês técnicos. São Caetano luta contra o coronavírus.

Elísio Peixoto é secretário do Comcipas (Conselho Municipal de Cidadania e Participação Social).

PALAVRA DO LEITOR

Morando
Apesar de, politicamente, não estarmos na mesma sintonia, desejo pronto restabelecimento ao prefeito ‘batateiro’ Orlando Morando, que é mais uma vítima do nefasto coronavírus.
João Paulo de Oliveira
Diadema

Coronavírus
É inacreditável o presidente Bolsonaro, no dia 29, sair às ruas em Brasília como se nada estivesse acontecendo em relação ao aumento de casos de coronavírus. Disse que quer baixar decreto para terminar com o isolamento social no País. Se fizer isso, ele próprio verá muitas mortes no nosso Brasil. Sou pessoa com mais de 60 anos e estou em casa, sem sair, para ajudar a combater o coronavírus e termos a grande cura dessa doença o mais rápido possível. Será vergonhoso para o nosso País se acabar o isolamento!
Fernando Zucatelli
São Caetano

Quarentena
Não sou entendido no assunto, mas creio que tanta chuva ocorrida em todo Estado de São Paulo e também no Brasil nos últimos meses, causando até mortes, pode também ter nos ajudado na luta contra o coronavírus. Ninguém falou sobre isso, mas penso que, da mesma forma como limpa o ar, reduzindo a poluição, lavando ruas e calçadas, com a água indo toda para os rios, pode também ter feito o mesmo com grande quantidade do vírus. Milhares de brasileiros viajaram para fora do País e retornaram. Também muitos estrangeiros aqui estiveram na passagem do ano e também no Carnaval. Com o vírus disseminado pelo mundo, já estava aqui também. Gostaria muito que alguma autoridade ligada à área da saúde, utilizando este Diário, se manifestasse me esclarecendo a esse respeito. Com 79 anos e tendo boa saúde, quero ficar aqui por bom tempo ainda. Por isso, não só fico em casa durante a quarentena, como também não vou sair nos dias seguintes e acho que todos, podendo, deveriam fazer o mesmo. É preciso cuidado.
Nilson Martins Altran
São Caetano

Aguardando
Confirmo o que disse o leitor Nelson Sanches (Paulo Guedes, dia 28). Poupança, planos Collor, Bresser e Verão: o dinheiro não é do governo nem dos bancos, é do povo! Mais de 1 milhão de ações na Justiça. Fico constrangido em ver milhões de brasileiros, que pensaram na velhice e pouparam as economias, e que têm direito judicial, há mais de 20 anos, de reaver suas economias dos bancos, no valor correto reajustado, conforme previsto nos processos, muitos já julgados aguardando recebimento. O Supremo suspendeu essas devoluções, e prometia para março deste ano a solução. Dia 12 tive notícias de assinatura de termo aditivo ao acordo anteriormente firmado, para que as pessoas possam receber de imediato valor que representa 1/3 ou até menos do procedente, tendo sido mediadas essas negociações pelo Banco Central e a AGU (Advocacia-Geral da União), ampliando prazo para adesão a esse escorchante acordo para março de 2025, exatamente para obrigar idosos a fazerem o acordo para poderem ver a ‘cor’ de seu dinheiro antes da morte.
Nahor Della Colleta
São Caetano

Golpe
Em tempos como estes que estamos vivendo é necessário ficar de olhos bem abertos, pois, infelizmente, existem pessoas más, que estão sempre maquinando forma de tirar dinheiro de outras. Sendo assim, sugiro que fiquemos bem espertos com solicitações de ajuda para famílias carentes. Se não conhecemos pessoalmente a família nessa situação, sempre teremos amigo de confiança que conhece. Ou podemos também fazer por meio das igrejas. É muito complicado entender que tem gente que tenta se dar bem em momento como este. Deus, tenha misericórdia do humanos!
Rosângela Caris
Mauá

Panelaço
Concordo com o panelaço que o povo tem feito, porém, sou a favor do presidente Bolsonaro, que está fazendo o possível para o comércio funcionar e nossas panelas não ficarem vazias. Infelizmente o povo não percebeu que o traidor de Bolsonaro e do povo paulista não quer que o comércio reabra, para poder culpar o presidente. Com isso, prejudica a população. Caminhoneiros, que trazem nosso alimento diariamente, só não estão passando fome nas estradas pela solidariedade do povo, que retira alimento de suas próprias casas para ajudá-los, porque restaurantes das estradas estão proibidos de funcionar. Tudo por culpa do desgovernador João Doria. Acorda, povo paulista, para a realidade.
Fernando Augusto Ramalho
São Bernardo 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Caetano luta contra o coronavírus

Do Diário do Grande Abc

02/04/2020 | 10:17


As prefeituras têm tratado o tema da prevenção e combate ao coronavírus (Covid-19) com muita responsabilidade e serenidade, seguindo as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde), em especial, neste momento, o isolamento social para evitar a multiplicação do vírus, seguindo protocolos bem-sucedidos praticados em várias cidades ao redor do mundo para conter a pandemia.

A Prefeitura de São Caetano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, formou comitê gestor de crise envolvendo as principais pastas de governo, liderado pelo prefeito José Auricchio Júnior, e tomou várias medidas de prevenção, realizando firmes ações no combate ao coronavírus.

Até o dia 31 de março tínhamos 461 casos suspeitos de coronavírus, 30 casos confirmados e um óbito. A Prefeitura dobrou de 40 para 80 o número de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para atender pacientes com Covid-19, além de leitos para baixa complexidade; contando, também, com suporte de quatro hospitais da rede privada que, juntos, somam mais 250 leitos de UTI.

Serão 330 leitos de UTI entre as redes pública e privada, mais do que o triplo recomendado pela OMS (Organização Mundial da Saúde). São Caetano criou três postos de drive thru para vacinar idosos contra a gripe H1N1, além de disponibilizar 12 escolas e quatro Cises da terceira idade. Cerca de 2.000 cestas de alimentos serão entregues a alunos de baixa renda durante a suspensão das aulas. Equipes, denominadas Guardiões da Vida, foram criadas, onde assistentes sociais estão em rondas pela cidade orientando e conscientizando as pessoas sobre a importância do isolamento social. A Carreta Saúde em Movimento está 24 horas atendendo casos exclusivos de síndromes gripais.

Foram suspensas as tarifas de água e esgoto e a taxa do lixo por três meses para quem paga a tarifa social (18 mil ligações, atingindo cerca de 50 mil pessoas). A USCS (Universidade Municipal de São Caetano) suspendeu o pagamento das mensalidades de abril, maio e junho para os alunos que tiverem o emprego ou o salário afetado pelo coronavírus.

A Prefeitura também planeja a construção de hospital de campanha, unidade que funcionará temporariamente para cuidar das vítimas da pandemia, a ser instalada no Hospital São Caetano. O prefeito Auricchio também adotou ferramenta de videoconferência para reunir-se com os secretários municipais e vereadores, desta forma os trabalhos não param e afastam-se riscos de contaminação. São mais de 70 medidas emergenciais adotadas pela Prefeitura, definidas por meio de comitês técnicos. São Caetano luta contra o coronavírus.

Elísio Peixoto é secretário do Comcipas (Conselho Municipal de Cidadania e Participação Social).

PALAVRA DO LEITOR

Morando
Apesar de, politicamente, não estarmos na mesma sintonia, desejo pronto restabelecimento ao prefeito ‘batateiro’ Orlando Morando, que é mais uma vítima do nefasto coronavírus.
João Paulo de Oliveira
Diadema

Coronavírus
É inacreditável o presidente Bolsonaro, no dia 29, sair às ruas em Brasília como se nada estivesse acontecendo em relação ao aumento de casos de coronavírus. Disse que quer baixar decreto para terminar com o isolamento social no País. Se fizer isso, ele próprio verá muitas mortes no nosso Brasil. Sou pessoa com mais de 60 anos e estou em casa, sem sair, para ajudar a combater o coronavírus e termos a grande cura dessa doença o mais rápido possível. Será vergonhoso para o nosso País se acabar o isolamento!
Fernando Zucatelli
São Caetano

Quarentena
Não sou entendido no assunto, mas creio que tanta chuva ocorrida em todo Estado de São Paulo e também no Brasil nos últimos meses, causando até mortes, pode também ter nos ajudado na luta contra o coronavírus. Ninguém falou sobre isso, mas penso que, da mesma forma como limpa o ar, reduzindo a poluição, lavando ruas e calçadas, com a água indo toda para os rios, pode também ter feito o mesmo com grande quantidade do vírus. Milhares de brasileiros viajaram para fora do País e retornaram. Também muitos estrangeiros aqui estiveram na passagem do ano e também no Carnaval. Com o vírus disseminado pelo mundo, já estava aqui também. Gostaria muito que alguma autoridade ligada à área da saúde, utilizando este Diário, se manifestasse me esclarecendo a esse respeito. Com 79 anos e tendo boa saúde, quero ficar aqui por bom tempo ainda. Por isso, não só fico em casa durante a quarentena, como também não vou sair nos dias seguintes e acho que todos, podendo, deveriam fazer o mesmo. É preciso cuidado.
Nilson Martins Altran
São Caetano

Aguardando
Confirmo o que disse o leitor Nelson Sanches (Paulo Guedes, dia 28). Poupança, planos Collor, Bresser e Verão: o dinheiro não é do governo nem dos bancos, é do povo! Mais de 1 milhão de ações na Justiça. Fico constrangido em ver milhões de brasileiros, que pensaram na velhice e pouparam as economias, e que têm direito judicial, há mais de 20 anos, de reaver suas economias dos bancos, no valor correto reajustado, conforme previsto nos processos, muitos já julgados aguardando recebimento. O Supremo suspendeu essas devoluções, e prometia para março deste ano a solução. Dia 12 tive notícias de assinatura de termo aditivo ao acordo anteriormente firmado, para que as pessoas possam receber de imediato valor que representa 1/3 ou até menos do procedente, tendo sido mediadas essas negociações pelo Banco Central e a AGU (Advocacia-Geral da União), ampliando prazo para adesão a esse escorchante acordo para março de 2025, exatamente para obrigar idosos a fazerem o acordo para poderem ver a ‘cor’ de seu dinheiro antes da morte.
Nahor Della Colleta
São Caetano

Golpe
Em tempos como estes que estamos vivendo é necessário ficar de olhos bem abertos, pois, infelizmente, existem pessoas más, que estão sempre maquinando forma de tirar dinheiro de outras. Sendo assim, sugiro que fiquemos bem espertos com solicitações de ajuda para famílias carentes. Se não conhecemos pessoalmente a família nessa situação, sempre teremos amigo de confiança que conhece. Ou podemos também fazer por meio das igrejas. É muito complicado entender que tem gente que tenta se dar bem em momento como este. Deus, tenha misericórdia do humanos!
Rosângela Caris
Mauá

Panelaço
Concordo com o panelaço que o povo tem feito, porém, sou a favor do presidente Bolsonaro, que está fazendo o possível para o comércio funcionar e nossas panelas não ficarem vazias. Infelizmente o povo não percebeu que o traidor de Bolsonaro e do povo paulista não quer que o comércio reabra, para poder culpar o presidente. Com isso, prejudica a população. Caminhoneiros, que trazem nosso alimento diariamente, só não estão passando fome nas estradas pela solidariedade do povo, que retira alimento de suas próprias casas para ajudá-los, porque restaurantes das estradas estão proibidos de funcionar. Tudo por culpa do desgovernador João Doria. Acorda, povo paulista, para a realidade.
Fernando Augusto Ramalho
São Bernardo 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;