Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Azevedo: Defesa emprega 20 mil homens para auxiliar no combate à covid-19



01/04/2020 | 17:38


O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, disse nesta quarta-feira, 1º, que as Forças Armadas aumentou o efetivo para fazer o controle na faixa de fronteira do País e atuar em outras frentes de combate ao novo coronavírus. O Brasil está com as fronteiras terrestres fechadas desde o último dia 23 de março, numa medida que têm vigência de 30 dias.

"Em termos de números, a Defesa está empregando cerca de 20 mil homens", disse Azevedo em entrevista coletiva hoje no Palácio do Planalto. "Estamos com presença organizada, com estrutura montada para identificar necessidades", afirmou.

O ministro citou a montagem de um hospital de campanha em Boa Vista (RR) para atender a pessoas infectadas pelo coronavírus na região, inclusive com acolhimento dos venezuelanos. Amanhã, segundo Azevedo, haverá uma reunião com a base industrial das Forças Armadas para identificar ações possíveis. Por enquanto, os militares já têm atuado na descontaminação em rodoviárias, em cidades, além de outras iniciativas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Azevedo: Defesa emprega 20 mil homens para auxiliar no combate à covid-19


01/04/2020 | 17:38


O ministro da Defesa, Fernando Azevedo, disse nesta quarta-feira, 1º, que as Forças Armadas aumentou o efetivo para fazer o controle na faixa de fronteira do País e atuar em outras frentes de combate ao novo coronavírus. O Brasil está com as fronteiras terrestres fechadas desde o último dia 23 de março, numa medida que têm vigência de 30 dias.

"Em termos de números, a Defesa está empregando cerca de 20 mil homens", disse Azevedo em entrevista coletiva hoje no Palácio do Planalto. "Estamos com presença organizada, com estrutura montada para identificar necessidades", afirmou.

O ministro citou a montagem de um hospital de campanha em Boa Vista (RR) para atender a pessoas infectadas pelo coronavírus na região, inclusive com acolhimento dos venezuelanos. Amanhã, segundo Azevedo, haverá uma reunião com a base industrial das Forças Armadas para identificar ações possíveis. Por enquanto, os militares já têm atuado na descontaminação em rodoviárias, em cidades, além de outras iniciativas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;