Fechar
Publicidade

Domingo, 31 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Para Moro, sistema prisional é relativamente seguro apesar do coronavírus



31/03/2020 | 17:49


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse que não haver atualmente problemas com o sistema prisional do País por causa da disseminação da covid-19. "Há ambiente de relativa segurança para o sistema prisional em relação ao coronavírus, pela própria condição dos presos de estarem isolados", comentou Moro, durante coletiva realizada nesta terça-feira, 31, no Palácio do Planalto. "Não existe nenhum motivo para um temor infundado no sistema penitenciário", comentou.

Moro disse que o País tem hoje 752 mil presos, 15 mil em delegacias e 83 mil servidores no sistema prisional. Desde o dia 15 de março, as visitas aos presidiários foram suspensas. De 28 Estados, 27 adotaram suspensão total. Em apenas um dos Estados, disse Moro, a suspensão é parcial. Ele não mencionou qual é esse Estado.

Moro disse que o governo tem agido e está recomendando o "aumento de algumas regalias", com a ampliação do tempo de banho de sol.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tem um orçamento de R$ 49 milhões para aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs). "Não existe um caso de um preso infectado. Recebi hoje informação de um caso de um preso que poderia estar contaminado, mas que estava em prisão domiciliar em Bagé (RS)", comentou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Para Moro, sistema prisional é relativamente seguro apesar do coronavírus


31/03/2020 | 17:49


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse que não haver atualmente problemas com o sistema prisional do País por causa da disseminação da covid-19. "Há ambiente de relativa segurança para o sistema prisional em relação ao coronavírus, pela própria condição dos presos de estarem isolados", comentou Moro, durante coletiva realizada nesta terça-feira, 31, no Palácio do Planalto. "Não existe nenhum motivo para um temor infundado no sistema penitenciário", comentou.

Moro disse que o País tem hoje 752 mil presos, 15 mil em delegacias e 83 mil servidores no sistema prisional. Desde o dia 15 de março, as visitas aos presidiários foram suspensas. De 28 Estados, 27 adotaram suspensão total. Em apenas um dos Estados, disse Moro, a suspensão é parcial. Ele não mencionou qual é esse Estado.

Moro disse que o governo tem agido e está recomendando o "aumento de algumas regalias", com a ampliação do tempo de banho de sol.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) tem um orçamento de R$ 49 milhões para aquisição de equipamentos de proteção individual (EPIs). "Não existe um caso de um preso infectado. Recebi hoje informação de um caso de um preso que poderia estar contaminado, mas que estava em prisão domiciliar em Bagé (RS)", comentou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;