Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

MRV joga por Minas Gerais


Marisa Amaral
Da Redaçao

07/04/2000 | 23:41


MRV/Minas e Rexona iniciam neste sábado a disputa pelo título da Superliga Nacional de Vôlei Feminino. As equipes fazem a primeira partida do playoff melhor de cinco jogos, às 15h, no ginásio Pio XII, em Belo Horizonte. O jogo terá transmissao da Sportv e da CNT/Gazeta.

A vitória para o técnico do Minas, William Carvalho da Silva, campeao no ano passado com o extinto time de Sao Bernardo, tem um significado especial. Recoloca o time e o vôlei mineiro no topo da modalidade depois de sete anos. A última conquista mineira foi na temporada de 1992/1993.

William está confiante na atuaçao de sua equipe. "O time cresceu muito no returno, ganhou conjunto e, depois de derrotar o BCN (semifinal) aumentou a motivaçao para a final", disse o treinador, que preferiu nao levar o jogo para o Mineirinho, um ginásio grande, mas que prejudicaria a pressao da torcida. William pode escalar Fofao, Angela, Rosânsela, Kely, Pirv, Raquel e a líbero Josiane.

Consciente do ânimo que move o rival, além da boa qualidade técnica, o Rexona se diz otimista e sabe que terá de enfrentar a panela de pressao do ginásio Pio XII, arma do técnico Minas. "Espero que o nosso time jogue de forma equilibrada e suporte a pressao da torcida mineira e do MRV, que atravessa grande fase. Se conseguirmos uma vitória teremos a chance de conquistar o título em Curitiba, com mais duas vitórias. Se perdermos, porém, nao podemos nos desesperar", disse o técnico Bernardinho.

O técnico do time paranaense prefere que seu time esteja preparado para um playoff que pode ser decidido no último jogo. Na estréia, deve sair jogando com Fernanda Venturini, Érika, Tara, Walewska, Karin e a líbero Daniela.

Karin Rodrigues definiu bem o espírito do time para a estréia na final. "Nossa equipe sabe que vai ser uma guerra, mas temos todas as condiçoes de conseguir uma vitória em Belo Horizonte. Estamos confiantes num bom resultado mesmo sabendo que o Minas cresceu muito depois da fase de classificaçao", disse a meio-de-rede.

O Rexona foi o primeiro na etapa classificatória (8 vitórias e 2 derrotas) e venceu a Blue Life/Pinheiros por 3 sets a 0 nas semifinais. O Minas foi o terceiro na classificaçao geral (16 vitórias e 4 derrotas), superou Flamengo e Sao Caetano na segunda fase e venceu o BCN/Osasco nas semifinais.

As próximas partidas serao em Curitiba, na quinta-feira e no dia 15. O quarto e quinto jogos, se necessários, estao marcados para os dias 20 e 22, em Belo Horizonte e Curitiba, respectivamente.

BCN/Osasco - Na noite desta sexta, o BCN/Osasco garantiu o pódio inédito, segundo o técnico Sérgio Negrao, ao vencer o Blue Life/Pinheiros por 3 a 0 (25/22, 25/20 e 25/28), na disputa do terceiro lugar da competiçao. "É a primeira vez que o BCN consegue subir ao pódio da Superliga. Eu estava preocupado porque o time ficou bastante abatido com a desclassificaçao na semifinal. Mas jogamos de forma alegre", comemorou o treinador.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

MRV joga por Minas Gerais

Marisa Amaral
Da Redaçao

07/04/2000 | 23:41


MRV/Minas e Rexona iniciam neste sábado a disputa pelo título da Superliga Nacional de Vôlei Feminino. As equipes fazem a primeira partida do playoff melhor de cinco jogos, às 15h, no ginásio Pio XII, em Belo Horizonte. O jogo terá transmissao da Sportv e da CNT/Gazeta.

A vitória para o técnico do Minas, William Carvalho da Silva, campeao no ano passado com o extinto time de Sao Bernardo, tem um significado especial. Recoloca o time e o vôlei mineiro no topo da modalidade depois de sete anos. A última conquista mineira foi na temporada de 1992/1993.

William está confiante na atuaçao de sua equipe. "O time cresceu muito no returno, ganhou conjunto e, depois de derrotar o BCN (semifinal) aumentou a motivaçao para a final", disse o treinador, que preferiu nao levar o jogo para o Mineirinho, um ginásio grande, mas que prejudicaria a pressao da torcida. William pode escalar Fofao, Angela, Rosânsela, Kely, Pirv, Raquel e a líbero Josiane.

Consciente do ânimo que move o rival, além da boa qualidade técnica, o Rexona se diz otimista e sabe que terá de enfrentar a panela de pressao do ginásio Pio XII, arma do técnico Minas. "Espero que o nosso time jogue de forma equilibrada e suporte a pressao da torcida mineira e do MRV, que atravessa grande fase. Se conseguirmos uma vitória teremos a chance de conquistar o título em Curitiba, com mais duas vitórias. Se perdermos, porém, nao podemos nos desesperar", disse o técnico Bernardinho.

O técnico do time paranaense prefere que seu time esteja preparado para um playoff que pode ser decidido no último jogo. Na estréia, deve sair jogando com Fernanda Venturini, Érika, Tara, Walewska, Karin e a líbero Daniela.

Karin Rodrigues definiu bem o espírito do time para a estréia na final. "Nossa equipe sabe que vai ser uma guerra, mas temos todas as condiçoes de conseguir uma vitória em Belo Horizonte. Estamos confiantes num bom resultado mesmo sabendo que o Minas cresceu muito depois da fase de classificaçao", disse a meio-de-rede.

O Rexona foi o primeiro na etapa classificatória (8 vitórias e 2 derrotas) e venceu a Blue Life/Pinheiros por 3 sets a 0 nas semifinais. O Minas foi o terceiro na classificaçao geral (16 vitórias e 4 derrotas), superou Flamengo e Sao Caetano na segunda fase e venceu o BCN/Osasco nas semifinais.

As próximas partidas serao em Curitiba, na quinta-feira e no dia 15. O quarto e quinto jogos, se necessários, estao marcados para os dias 20 e 22, em Belo Horizonte e Curitiba, respectivamente.

BCN/Osasco - Na noite desta sexta, o BCN/Osasco garantiu o pódio inédito, segundo o técnico Sérgio Negrao, ao vencer o Blue Life/Pinheiros por 3 a 0 (25/22, 25/20 e 25/28), na disputa do terceiro lugar da competiçao. "É a primeira vez que o BCN consegue subir ao pódio da Superliga. Eu estava preocupado porque o time ficou bastante abatido com a desclassificaçao na semifinal. Mas jogamos de forma alegre", comemorou o treinador.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;