Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 2 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Estado de São Paulo bate recorde de mortes por Covid-19 em um único dia

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Nas últimas 24 horas, 16 pessoas faleceram em decorrência da doença; Brasil registra 114 vítimas fatais


Da Redação

28/03/2020 | 16:57


Atualizada às 18h06

O Estado de São Paulo registrou o maior número de mortes causadas pelo novo coronavirus em apenas um dia. Nas últimas 24 horas, 16 pessoas morreram em decorrência da Covid-19, aumento de 23,5%, conforme balanço da Secretaria de Estado da Saúde deste sábado (28). Hoje, são 84 óbitos, incluindo o primeiro em Sorocaba, no Interior, e a primeira morte em Embu das Artes, na Grande São Paulo, que concentra a maioria dos registros de Covid-19. Ontem, eram 68 vítimas, no total.

Até o meio desta semana, apenas a Capital paulista registrava óbitos relacionados à Covid-19. Agora, os municípios de Vargem Grande Paulista, Guarulhos, Taboão da Serra, Embu das Artes, Sorocaba e Ribeirão Preto também contabilizaram pelo menos uma morte.

Entre os 16 novos óbitos contabilizados hoje, estão um homem de 92 anos, de Sorocaba; uma mulher de Embu das Artes (82) e outra de Guarulhos (89). Os outros 16 ocorreram na Capital, sendo sete mulheres (62, 71, 79, 77, 87, 87, 80) e seis homens (71, 74, 77, 76, 76, 58), este último com comorbidades, grupo que configura maior vulnerabilidade à doença, assim como os idosos.

O balanço da pasta ainda não aponta o homem de 68 anos que morreu em Santo André no dia 18 de março. O seu caso foi revelado pelo prefeito da cidade, Paulo Serra (PSDB), na última quarta-feira.

O Brasil registrou hoje, em atualização da plataforma do Ministério da Saúde, 3.904 casos confirmados da Covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. O número corresponde a 487 novas confirmações em relação à última atualização de ontem dos dados da pandemia no País, 14% de incremento.

As mortes pela doença chegam a 114, com aumento de 22 casos em relação a ontem. O índice de letalidade está em 2,8%.

O País tem infectados em todas as regiões e Estados. São Paulo é a unidade da Federação mais afetada pela doença, com 1.406 casos confirmados. Em seguida, Rio de Janeiro (558), Ceará (314) e o Distrito Federal (260).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estado de São Paulo bate recorde de mortes por Covid-19 em um único dia

Nas últimas 24 horas, 16 pessoas faleceram em decorrência da doença; Brasil registra 114 vítimas fatais

Da Redação

28/03/2020 | 16:57


Atualizada às 18h06

O Estado de São Paulo registrou o maior número de mortes causadas pelo novo coronavirus em apenas um dia. Nas últimas 24 horas, 16 pessoas morreram em decorrência da Covid-19, aumento de 23,5%, conforme balanço da Secretaria de Estado da Saúde deste sábado (28). Hoje, são 84 óbitos, incluindo o primeiro em Sorocaba, no Interior, e a primeira morte em Embu das Artes, na Grande São Paulo, que concentra a maioria dos registros de Covid-19. Ontem, eram 68 vítimas, no total.

Até o meio desta semana, apenas a Capital paulista registrava óbitos relacionados à Covid-19. Agora, os municípios de Vargem Grande Paulista, Guarulhos, Taboão da Serra, Embu das Artes, Sorocaba e Ribeirão Preto também contabilizaram pelo menos uma morte.

Entre os 16 novos óbitos contabilizados hoje, estão um homem de 92 anos, de Sorocaba; uma mulher de Embu das Artes (82) e outra de Guarulhos (89). Os outros 16 ocorreram na Capital, sendo sete mulheres (62, 71, 79, 77, 87, 87, 80) e seis homens (71, 74, 77, 76, 76, 58), este último com comorbidades, grupo que configura maior vulnerabilidade à doença, assim como os idosos.

O balanço da pasta ainda não aponta o homem de 68 anos que morreu em Santo André no dia 18 de março. O seu caso foi revelado pelo prefeito da cidade, Paulo Serra (PSDB), na última quarta-feira.

O Brasil registrou hoje, em atualização da plataforma do Ministério da Saúde, 3.904 casos confirmados da Covid-19, transmitida pelo novo coronavírus. O número corresponde a 487 novas confirmações em relação à última atualização de ontem dos dados da pandemia no País, 14% de incremento.

As mortes pela doença chegam a 114, com aumento de 22 casos em relação a ontem. O índice de letalidade está em 2,8%.

O País tem infectados em todas as regiões e Estados. São Paulo é a unidade da Federação mais afetada pela doença, com 1.406 casos confirmados. Em seguida, Rio de Janeiro (558), Ceará (314) e o Distrito Federal (260).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;