Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Diretor-geral da OMC elogia G-20 e pede que líderes facilitem comércio



26/03/2020 | 18:24


O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevêdo, elogiou a determinação do grupo das maiores economias mundiais, G-20, para trabalhar em conjunto para combater a pandemia da covid-19, "garantindo o fluxo de suprimentos médicos vitais, produtos agrícolas críticos e outros bens e serviços além das fronteiras".

Azevêdo recebeu com satisfação a decisão do G20 de compromisso mais amplo em "minimizar interrupções no comércio e nas cadeias de suprimentos globais".

Os líderes concordaram em "facilitar o comércio internacional e coordenar as respostas de maneira a evitar interferências desnecessárias no tráfego e comércio internacionais".

"Poucos países - se houver - podem produzir todos os suprimentos médicos, alimentos e energia de que precisam", disse Azevêdo. "Fechar fronteiras seria particularmente prejudicial para as pessoas nos países em desenvolvimento que dependem de importações de equipamentos médicos sofisticados".

O diretor-geral da OMC também incentivou os membros do G-20 a dar o exemplo, compartilhando prontamente informações sobre quaisquer políticas comerciais relacionadas ao covid-19 com o secretariado da organização.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Diretor-geral da OMC elogia G-20 e pede que líderes facilitem comércio


26/03/2020 | 18:24


O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevêdo, elogiou a determinação do grupo das maiores economias mundiais, G-20, para trabalhar em conjunto para combater a pandemia da covid-19, "garantindo o fluxo de suprimentos médicos vitais, produtos agrícolas críticos e outros bens e serviços além das fronteiras".

Azevêdo recebeu com satisfação a decisão do G20 de compromisso mais amplo em "minimizar interrupções no comércio e nas cadeias de suprimentos globais".

Os líderes concordaram em "facilitar o comércio internacional e coordenar as respostas de maneira a evitar interferências desnecessárias no tráfego e comércio internacionais".

"Poucos países - se houver - podem produzir todos os suprimentos médicos, alimentos e energia de que precisam", disse Azevêdo. "Fechar fronteiras seria particularmente prejudicial para as pessoas nos países em desenvolvimento que dependem de importações de equipamentos médicos sofisticados".

O diretor-geral da OMC também incentivou os membros do G-20 a dar o exemplo, compartilhando prontamente informações sobre quaisquer políticas comerciais relacionadas ao covid-19 com o secretariado da organização.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;