Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Mercado financeiro prevê inflação anual em 5,79%


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

22/02/2011 | 07:17


Dentro do intervalo que os economistas afirmam existir entre o aumento da Selic e os seu efeito, que é segurar a inflação, o mercado financeiro não acredita em resfriamento e elevou, pela 11° semana consecutiva, sua previsão para a alta de preços deste ano.

De acordo com o Boletim de Mercado - Focus, publicado semanalmente pelo BC (Banco Central), os economistas alteraram a média de suas expectativas para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), passando de 5,75% ao ano para 5,79%. Há quatro semanas, o resultado estava em 5,53%.

A questão é que a inflação em 5,79%, neste ano, atingirá em cheio as famílias de menor renda. Elas são as que gastam maior parte do orçamento para adquirir produtos básicos, como comida, luz, água e esgoto.

Por nota, o professor de Economia da FGV-Eaesp (Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas) Evaldo Alves atribuiu o avanço na previsão a fatores internacionais.

"Permanece a alta dos preços das commodities no mercado internacional que, ao final, acabam transmitindo o aumento de preços para o mercado nacional. Além deste componente, a economia está aquecida, apresentando demanda maior do que a capacidade produtiva em atendê-la", explicou.

O comportamento do IPCA não foi único no documento que reúne as expectativas dos centros de análise econômica das instituições financeiras e empresas não financeiras.

O IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), passou de 6,33%, no ano, para 6,51%, registrando a sexta semana de alta consecutiva nas previsões.

E para a inflação da Capital, que mais se aproxima ao avanço de preços do Grande ABC, também houve acréscimo. A média da expectativa do IPC-Fipe (Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) passou de 5,47% para 5,53%, para 2011.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;