Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prefeito de SBC diz ter covid-19 e que Bolsonaro é 'profundamente desequilibrado'



25/03/2020 | 16:48


O prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Orlando Morando (PSDB), anunciou na tarde desta quarta-feira, 25, que está infectado com o novo coronavírus. A deputada estadual Carla Morando (PSDB), que é casada com Orlando, também já fez o teste, mas ainda não recebeu o resultado, segundo o prefeito.

Em transmissão ao vivo no Facebook, Morando exibiu o resultado do exame, realizado em hospital privado da cidade, e relatou que passou a sentir cansaço e dor de cabeça na manhã da terça-feira, 24. Desde então, permanece isolado em casa. "Tá aqui meu exame, que diferente do presidente da República, não tenho medo de mostrar. Infelizmente deu positivo", disse o prefeito, que tem 45 anos. Sobre o pronunciamento da terça-feira (24), do presidente Jair Bolsonaro, Morando afirmou que ele está "profundamente desequilibrado"

Morando tem adotado medidas rigorosas para tentar deter o avanço da pandemia na cidade, que tem população de 839 mil pessoas, segundo estimativa do IBGE do ano passado. A mais recente iniciativa do prefeito foi a determinação de que pessoas com mais de 60 anos permaneçam em casa, sob pena de multa.

Morando também se antecipou à recomendação do governador João Doria (PSDB) e fez o comércio baixar as portas já na segunda-feira, 23. No Estado de São Paulo, a medida passou a valer no dia seguinte. Junto aos prefeitos das outras seis cidades do ABC - Santo André, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra -, o chefe do Executivo bernardense decidiu reduzir em até 70% o serviço de transporte público a partir do domingo, 29.

A contagem oficial da terça-feira indicava que São Bernardo já somava dez casos confirmados no coronavírus.

Bolsonaro

Morando afirmou que o presidente está "profundamente desequilibrado", ao comentar o pronunciamento de ontem, e está "colocando a população brasileira em risco de morte". "O pronunciamento que o senhor fez ontem em cadeia nacional deu a nítida impressão que o senhor estava batendo papo num boteco com vários bêbados", disse o prefeito na transmissão, se dirigindo a Bolsonaro.

Morando é um aliado muito próximo do governador Doria, com quem o presidente tem travado uma guerra política em torno da pandemia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Prefeito de SBC diz ter covid-19 e que Bolsonaro é 'profundamente desequilibrado'


25/03/2020 | 16:48


O prefeito de São Bernardo do Campo (SP), Orlando Morando (PSDB), anunciou na tarde desta quarta-feira, 25, que está infectado com o novo coronavírus. A deputada estadual Carla Morando (PSDB), que é casada com Orlando, também já fez o teste, mas ainda não recebeu o resultado, segundo o prefeito.

Em transmissão ao vivo no Facebook, Morando exibiu o resultado do exame, realizado em hospital privado da cidade, e relatou que passou a sentir cansaço e dor de cabeça na manhã da terça-feira, 24. Desde então, permanece isolado em casa. "Tá aqui meu exame, que diferente do presidente da República, não tenho medo de mostrar. Infelizmente deu positivo", disse o prefeito, que tem 45 anos. Sobre o pronunciamento da terça-feira (24), do presidente Jair Bolsonaro, Morando afirmou que ele está "profundamente desequilibrado"

Morando tem adotado medidas rigorosas para tentar deter o avanço da pandemia na cidade, que tem população de 839 mil pessoas, segundo estimativa do IBGE do ano passado. A mais recente iniciativa do prefeito foi a determinação de que pessoas com mais de 60 anos permaneçam em casa, sob pena de multa.

Morando também se antecipou à recomendação do governador João Doria (PSDB) e fez o comércio baixar as portas já na segunda-feira, 23. No Estado de São Paulo, a medida passou a valer no dia seguinte. Junto aos prefeitos das outras seis cidades do ABC - Santo André, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra -, o chefe do Executivo bernardense decidiu reduzir em até 70% o serviço de transporte público a partir do domingo, 29.

A contagem oficial da terça-feira indicava que São Bernardo já somava dez casos confirmados no coronavírus.

Bolsonaro

Morando afirmou que o presidente está "profundamente desequilibrado", ao comentar o pronunciamento de ontem, e está "colocando a população brasileira em risco de morte". "O pronunciamento que o senhor fez ontem em cadeia nacional deu a nítida impressão que o senhor estava batendo papo num boteco com vários bêbados", disse o prefeito na transmissão, se dirigindo a Bolsonaro.

Morando é um aliado muito próximo do governador Doria, com quem o presidente tem travado uma guerra política em torno da pandemia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;