Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Grande ABC alcança 20 casos da Covid-19

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Região tem ainda outros 597 suspeitos; prefeituras seguem fechando locais públicos como medida


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/03/2020 | 23:45


O Grande ABC já tem 20 casos confirmados de contaminados pelo novo coronavírus – 3% do registrado em todo o País (621, segundo dados do Ministério da Saúde; leia mais abaixo) –, três a mais do que o informado na quarta-feira pelas prefeituras. Nos boletins enviados pelas administrações públicas ontem, houve três novos registros em São Caetano, que já soma dez pessoas diagnosticadas, e se juntam às seis de Santo André, três de São Bernardo e uma de Mauá. No total, somando dados das sete cidades, a região ainda tem 597 suspeitos e 106 descartados.

Santo André anunciou ontem o fechamento dos dez parques municipais a partir de amanhã. Além disso, a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) suspendeu atividades do mercado de flores e de peixes ornamentais. “Essa e outras iniciativas que estamos tomando visam, acima de tudo, preservar vidas. O objetivo é evitar ao máximo aglomeração de pessoas e frear o avanço do coronavírus na cidade. Contamos com a compreensão e colaboração de todos os andreenses”, manifestou-se o prefeito Paulo Serra (PSDB), que solicitou ao governo federal a aprovação da quarentena para o combate ao coronavírus. “Nosso maior desafio é a preservação de vidas. Com união vamos vencer mais essa.”

Em São Bernardo o cenário não é diferente. “Bibliotecas vão fechar a partir de amanhã (hoje), velórios serão durante o dia e com número reduzido de pessoas. Caso alguém venha a morrer por causa da Covid-19, não será velado”, informou o prefeito Orlando Morando (PSDB), em transmissão nas redes sociais. Segundo ele, a suspensão do transporte público está valendo, mas ele garante que ônibus serão destinados para os funcionários da saúde e de serviços essenciais. “Está garantido.”

MEDIDAS
A Prefeitura de Santo André iniciou disparo de ligações com orientações sobre o novo coronavírus para os telefones dos munícipes. As demais administrações também vêm realizando ações, sobretudo nas redes sociais, buscando a conscientização dos moradores da região com relação ao contágio e métodos de prevenção.

PRAIAS
Em reunião entre os prefeitos da Baixada Santista, ontem, definiu-se pelo fechamento de hotéis, shoppings, academias, igrejas e casas noturnas, além de restrição total às praias – incluindo barracas, cadeiras, guarda-sol e ambulantes na praia – das nove cidades. As medidas valem a partir de hoje.

Brasil tem 7 mortes; 5, em São Paulo

Mais uma óbito foi divulgada ontem no País em decorrência do novo coronavírus. A Secretaria de Saúde de São Paulo anunciou que um homem de 77 anos morreu no Hospital Sancta Maggiore (da rede Prevent Senior), no Paraíso, na Capital, quinta vítima no Estado. Entretanto, o número diverge do publicado pelo Ministério da Saúde, que aponta quatro óbitos. Outras duas mortes foram registradas no Rio de Janeiro e confirmadas pelo governo federal.

Em nota, a Prevent Senior informou que há 33 pacientes na UTI e, destes, 12 já tiveram exames confirmados para a Covid-19. Outros 90 estão acomodados em apartamentos e, 16 deles, já testaram positivo ao novo coronavírus.

Até o fechamento desta edição, São Paulo era o Estado com o maior número de registros de casos confirmados da Covid-19: 286. No País, são 621 registros – segundo o Ministério da Saúde; 647 de acordo com as secretarias estaduais. A diferença ocorre em razão dos horários de fechamento e divulgação dos boletins. Seis Estados não apontaram infectados: Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso e Rondônia e Roraima.


Houve registro de casos por transmissão comunitária – quando não identificada a origem da contaminação – nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, além dos Estados de Pernambuco, São Paulo e Santa Catarina. “Com isso, o País entra em nova fase da estratégia brasileira, a de criar condições para diminuir os danos que o vírus pode causar à população por meio da prevenção”, informou o Ministério da Saúde, via nota.<TL> 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande ABC alcança 20 casos da Covid-19

Região tem ainda outros 597 suspeitos; prefeituras seguem fechando locais públicos como medida

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

19/03/2020 | 23:45


O Grande ABC já tem 20 casos confirmados de contaminados pelo novo coronavírus – 3% do registrado em todo o País (621, segundo dados do Ministério da Saúde; leia mais abaixo) –, três a mais do que o informado na quarta-feira pelas prefeituras. Nos boletins enviados pelas administrações públicas ontem, houve três novos registros em São Caetano, que já soma dez pessoas diagnosticadas, e se juntam às seis de Santo André, três de São Bernardo e uma de Mauá. No total, somando dados das sete cidades, a região ainda tem 597 suspeitos e 106 descartados.

Santo André anunciou ontem o fechamento dos dez parques municipais a partir de amanhã. Além disso, a Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André) suspendeu atividades do mercado de flores e de peixes ornamentais. “Essa e outras iniciativas que estamos tomando visam, acima de tudo, preservar vidas. O objetivo é evitar ao máximo aglomeração de pessoas e frear o avanço do coronavírus na cidade. Contamos com a compreensão e colaboração de todos os andreenses”, manifestou-se o prefeito Paulo Serra (PSDB), que solicitou ao governo federal a aprovação da quarentena para o combate ao coronavírus. “Nosso maior desafio é a preservação de vidas. Com união vamos vencer mais essa.”

Em São Bernardo o cenário não é diferente. “Bibliotecas vão fechar a partir de amanhã (hoje), velórios serão durante o dia e com número reduzido de pessoas. Caso alguém venha a morrer por causa da Covid-19, não será velado”, informou o prefeito Orlando Morando (PSDB), em transmissão nas redes sociais. Segundo ele, a suspensão do transporte público está valendo, mas ele garante que ônibus serão destinados para os funcionários da saúde e de serviços essenciais. “Está garantido.”

MEDIDAS
A Prefeitura de Santo André iniciou disparo de ligações com orientações sobre o novo coronavírus para os telefones dos munícipes. As demais administrações também vêm realizando ações, sobretudo nas redes sociais, buscando a conscientização dos moradores da região com relação ao contágio e métodos de prevenção.

PRAIAS
Em reunião entre os prefeitos da Baixada Santista, ontem, definiu-se pelo fechamento de hotéis, shoppings, academias, igrejas e casas noturnas, além de restrição total às praias – incluindo barracas, cadeiras, guarda-sol e ambulantes na praia – das nove cidades. As medidas valem a partir de hoje.

Brasil tem 7 mortes; 5, em São Paulo

Mais uma óbito foi divulgada ontem no País em decorrência do novo coronavírus. A Secretaria de Saúde de São Paulo anunciou que um homem de 77 anos morreu no Hospital Sancta Maggiore (da rede Prevent Senior), no Paraíso, na Capital, quinta vítima no Estado. Entretanto, o número diverge do publicado pelo Ministério da Saúde, que aponta quatro óbitos. Outras duas mortes foram registradas no Rio de Janeiro e confirmadas pelo governo federal.

Em nota, a Prevent Senior informou que há 33 pacientes na UTI e, destes, 12 já tiveram exames confirmados para a Covid-19. Outros 90 estão acomodados em apartamentos e, 16 deles, já testaram positivo ao novo coronavírus.

Até o fechamento desta edição, São Paulo era o Estado com o maior número de registros de casos confirmados da Covid-19: 286. No País, são 621 registros – segundo o Ministério da Saúde; 647 de acordo com as secretarias estaduais. A diferença ocorre em razão dos horários de fechamento e divulgação dos boletins. Seis Estados não apontaram infectados: Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso e Rondônia e Roraima.


Houve registro de casos por transmissão comunitária – quando não identificada a origem da contaminação – nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, além dos Estados de Pernambuco, São Paulo e Santa Catarina. “Com isso, o País entra em nova fase da estratégia brasileira, a de criar condições para diminuir os danos que o vírus pode causar à população por meio da prevenção”, informou o Ministério da Saúde, via nota.<TL> 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;