Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar dispara e BC faz outro leilão à vista de US$ 1 bilhão

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


18/03/2020 | 09:53


O dólar abriu em forte alta, de mais de 2%, em meio à retomada do pânico global com a pandemia de coronavírus. O BC fez leilão de linha de até US$ 2 bilhões, e oferta mais US$ 1 bilhão novo no mercado á vista.

A forte aversão a risco se sobrepõe ainda à perspectiva de mais medidas fiscais e previsões piores para a economia brasileira.

No exterior, o índice DXY, que mede a variação do dólar ante uma cesta de seis rivais fortes, opera em alta ante euro e da libra esterlina, em meio à injeção de liquidez em diferentes países do Velho Continente para conter o surto de coronavírus.

Às 9h30, o dólar à vista estava a R$ 5,1738, alta de 3,30%. O dólar abril subia a R$ 5,1615 (+2,99%).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar dispara e BC faz outro leilão à vista de US$ 1 bilhão


18/03/2020 | 09:53


O dólar abriu em forte alta, de mais de 2%, em meio à retomada do pânico global com a pandemia de coronavírus. O BC fez leilão de linha de até US$ 2 bilhões, e oferta mais US$ 1 bilhão novo no mercado á vista.

A forte aversão a risco se sobrepõe ainda à perspectiva de mais medidas fiscais e previsões piores para a economia brasileira.

No exterior, o índice DXY, que mede a variação do dólar ante uma cesta de seis rivais fortes, opera em alta ante euro e da libra esterlina, em meio à injeção de liquidez em diferentes países do Velho Continente para conter o surto de coronavírus.

Às 9h30, o dólar à vista estava a R$ 5,1738, alta de 3,30%. O dólar abril subia a R$ 5,1615 (+2,99%).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;