Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André sofre segunda derrota no Paulista; mas permanece na liderança

Celso Luiz/Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Francisco Lacerda
Do Diário do Grande ABC

15/03/2020 | 13:36


Disposto a provar que as duas derrotas seguidas, para o Goiás pela Copa do Brasil, e Oeste, pelo Paulistão, haviam sido acidente de percurso, o Santo André foi a Mirassol enfrentar o time da casa e se deu mal.

Jogando no Estádio José Maria de Campos Maia, no Interior, sob Sol forte, o Ramalhão conheceu o terceiro revés – segundo no torneio –, desta vez por 1 a 0 para o time da casa, gol de Beto Moura, de cabeça, livre na área, aos 47 minutos do primeiro tempo.

Mesmo com o placar adverso o Ramalhão mantém a melhor campanha do Paulistão e a ponta do Grupo B (19 pontos), mas seguido de perto pelo Palmeiras, com a mesma pontuação – perde nos critérios de desempate -, e Novorizontino, com 16. Já o Mirassol foi a 16, na vice-liderança da Chave C, dois a menos que o São Paulo, que ontem venceu o Santos no Morumbi por 2 a 1, de virada, e soma 18.

O Mirassol dominou a primeira etapa, com mais posse de bola, mas com pouca efetividade. Ao Santo André coube a estratégia que vem dando certo: cercar o adversário para roubar a bola e sair em contra-ataque, mas também sem sucesso. Na melhor oportunidade, Marlon cobrou escanteio fechado para o Ramalhão e o zagueiro Odair completou quase em cima da linha, mas deu uma de zagueiro e acabou chutando para trás.

A etapa final teve mais movimentação, com boas chances de ambos os lados de abrir o placar. Mas gol mesmo só no último lance antes do intervalo, aos 47 minutos. O meia Camilo, ex-Botafogo-RJ, levantou falta na área, a saga do Ramalhão não acompanhou, Beto Moura subiu sozinho e testou forte para o fundo do gol de Fernando Henrique: 1 a 0.

O forte calor, no entanto, impediu a sequência de jogo em ritmo alto. Assim, com mais posse de bola, o time da casa administrou a vantagem e garantiu o triunfo.

O atacante Ronaldo salientou a liderança do Ramalhão, mas diz que o time precisa de atenção. “Claro que essa derrota liga a luz de alerta, mas ainda somos líderes do campeonato e não podemos ser alcançados. Mas precisamos melhorar e voltar a vencer para que possamos garantir a classificação.”

Na próxima rodada, sábado, dia 21, às 17h – se não houver paralisação por causa da pandemia de coronavírus –, o Ramalhão encara o Santos em Barueri. Os interioranos do Mirassol vêm a Diadema medir forças com Água Santa, às 15h de sexta-feira.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;