Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 15 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Por coronavírus, ATP suspende circuito profissional do tênis por 6 semanas

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/03/2020 | 12:10


A quinta-feira está agitada no tênis mundial. Horas depois do prefeito de Miami, nos Estados Unidos, ordenar o cancelamento de qualquer evento na cidade com aglomeração de pessoas, que ocasionou como consequência imediata o adiamento do Masters 1000 de Miami, com início previsto para o próximo dia 23, a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) se posicionou sobre o assunto e declarou que o circuito profissional estará suspenso pelas próximas seis semanas.

A suspensão da entidade que comanda o tênis masculino significa que todos os eventos ATP e de nível Challenger programados até e inclusive na semana de 20 de abril não ocorrerão. Após o recente cancelamento do Masters 1000 de Indian Wells, os outros eventos afetados são o ATP 250 de Houston (Estados Unidos), o ATP 250 de Marrakesh (Marrocos), o Masters 1000 de Monte Carlo (Mônaco), o ATP 500 de Barcelona (Espanha) e o ATP 250 de Budapeste (Hungria).

"A suspensão de seis semanas se deu em sequência à declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) na quarta-feira de que o Covid-19 constitui uma pandemia global. Além disso também houve a restrição de viagens de 30 dias anunciada pelos Estados Unidos para estrangeiros de 26 países europeus", explicou a ATP em uma nota oficial.

A entidade afirmou que está monitorando a situação relacionada ao coronavírus, recebendo conselhos de especialistas médicos e consultores de viagens e consultando todas as autoridades reguladoras locais. Também haverá uma análise contínua sobre a viabilidade de eventos subsequentes no calendário.

"Esta não é uma decisão fácil de ser tomada, pois representa uma grande perda para nossos torneios, jogadores e fãs em todo o mundo. No entanto, acreditamos que esta é a ação responsável necessária neste momento, a fim de proteger a saúde e a segurança de nossos jogadores, equipe, comunidade de tênis mais ampla e saúde pública em geral diante dessa pandemia global", disse Andrea Gaudenzi, presidente da ATP.

A suspensão dos eventos da ATP ocorre com efeito imediato, o que significa que os torneios de nível Challenger desta semana em Nur Saltan, no Casaquistão, e Potchefstroom, na África do Sul, não poderão ser concluídos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Por coronavírus, ATP suspende circuito profissional do tênis por 6 semanas


12/03/2020 | 12:10


A quinta-feira está agitada no tênis mundial. Horas depois do prefeito de Miami, nos Estados Unidos, ordenar o cancelamento de qualquer evento na cidade com aglomeração de pessoas, que ocasionou como consequência imediata o adiamento do Masters 1000 de Miami, com início previsto para o próximo dia 23, a ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) se posicionou sobre o assunto e declarou que o circuito profissional estará suspenso pelas próximas seis semanas.

A suspensão da entidade que comanda o tênis masculino significa que todos os eventos ATP e de nível Challenger programados até e inclusive na semana de 20 de abril não ocorrerão. Após o recente cancelamento do Masters 1000 de Indian Wells, os outros eventos afetados são o ATP 250 de Houston (Estados Unidos), o ATP 250 de Marrakesh (Marrocos), o Masters 1000 de Monte Carlo (Mônaco), o ATP 500 de Barcelona (Espanha) e o ATP 250 de Budapeste (Hungria).

"A suspensão de seis semanas se deu em sequência à declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) na quarta-feira de que o Covid-19 constitui uma pandemia global. Além disso também houve a restrição de viagens de 30 dias anunciada pelos Estados Unidos para estrangeiros de 26 países europeus", explicou a ATP em uma nota oficial.

A entidade afirmou que está monitorando a situação relacionada ao coronavírus, recebendo conselhos de especialistas médicos e consultores de viagens e consultando todas as autoridades reguladoras locais. Também haverá uma análise contínua sobre a viabilidade de eventos subsequentes no calendário.

"Esta não é uma decisão fácil de ser tomada, pois representa uma grande perda para nossos torneios, jogadores e fãs em todo o mundo. No entanto, acreditamos que esta é a ação responsável necessária neste momento, a fim de proteger a saúde e a segurança de nossos jogadores, equipe, comunidade de tênis mais ampla e saúde pública em geral diante dessa pandemia global", disse Andrea Gaudenzi, presidente da ATP.

A suspensão dos eventos da ATP ocorre com efeito imediato, o que significa que os torneios de nível Challenger desta semana em Nur Saltan, no Casaquistão, e Potchefstroom, na África do Sul, não poderão ser concluídos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;