Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Agente penitenciário é morto a tiros em Sto.André

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Samuel Correia Lima, 40 anos, fazia compras em depósito de construção, foi alvejado sete vezes e veio a óbito na hora


Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

10/03/2020 | 00:01


O agente penitenciário Samuel Correia Lima, 40 anos, foi morto e duas mulheres ficaram feridas na tarde de ontem, em um depósito de materiais de construção na Praça Cacilda Becker, 80, no bairro Centreville, em Santo André.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, por volta das 15h50 uma equipe da PM (Polícia Militar) que fazia patrulhamento de rotina foi acionada para atender ocorrência sobre diversos disparos de arma de fogo. Chegando ao local, os policiais encontraram no interior da loja o agente penitenciário caído de barriga para cima com múltiplos ferimentos já sem vida. Ele foi atingido ao menos sete vezes e morreu na hora.

Lima fazia compras no local e estava parado em frente ao balcão de atendimento da loja, quando repentinamente um indivíduo de capacete adentrou no local e o surpreendeu. De acordo com as testemunhas, o criminoso tinha duas armas em punho e teria chamado o agente penitenciário de “vacilão” antes de efetuar os disparos. Do lado de fora, o comparsa aguardava em uma motocicleta Yamaha preta, usada na fuga pelo assassino.

Na calçada do estabelecimento comercial, os agentes também encontraram duas mulheres, ambas clientes da loja, feridas, mas sem gravidade – uma no braço direito e a outra na perna esquerda. Elas foram socorridas pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e depois encaminhadas ao CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André para avaliação. Até o fechamento desta edição, seus estados de saúde eram considerados estáveis e elas não corriam risco de morrer.

Durante buscas na vizinhança do depósito de construção, a polícia encontrou moto com características bem semelhantes à usada pelos criminosos. Ela havia sido abandonada na Rua Geraldo José de Almeida, no Parque Gerassi, próximo a campo de futebol. Segundo registro de ocorrência do dia 28 de fevereiro, o veículo havia sido roubado. Provavelmente os dois criminosos fugiram a pé. 

O caso foi registrado no 3º DP (Vila Pires) de Santo André como homicídio simples, e será investigado pelo setor de homicídios do município.

Até o fechamento desta edição, nenhum dos criminosos havia sido preso. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Agente penitenciário é morto a tiros em Sto.André

Samuel Correia Lima, 40 anos, fazia compras em depósito de construção, foi alvejado sete vezes e veio a óbito na hora

Vanessa Soares
Do Diário do Grande ABC

10/03/2020 | 00:01


O agente penitenciário Samuel Correia Lima, 40 anos, foi morto e duas mulheres ficaram feridas na tarde de ontem, em um depósito de materiais de construção na Praça Cacilda Becker, 80, no bairro Centreville, em Santo André.

De acordo com informações do boletim de ocorrência, por volta das 15h50 uma equipe da PM (Polícia Militar) que fazia patrulhamento de rotina foi acionada para atender ocorrência sobre diversos disparos de arma de fogo. Chegando ao local, os policiais encontraram no interior da loja o agente penitenciário caído de barriga para cima com múltiplos ferimentos já sem vida. Ele foi atingido ao menos sete vezes e morreu na hora.

Lima fazia compras no local e estava parado em frente ao balcão de atendimento da loja, quando repentinamente um indivíduo de capacete adentrou no local e o surpreendeu. De acordo com as testemunhas, o criminoso tinha duas armas em punho e teria chamado o agente penitenciário de “vacilão” antes de efetuar os disparos. Do lado de fora, o comparsa aguardava em uma motocicleta Yamaha preta, usada na fuga pelo assassino.

Na calçada do estabelecimento comercial, os agentes também encontraram duas mulheres, ambas clientes da loja, feridas, mas sem gravidade – uma no braço direito e a outra na perna esquerda. Elas foram socorridas pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e depois encaminhadas ao CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André para avaliação. Até o fechamento desta edição, seus estados de saúde eram considerados estáveis e elas não corriam risco de morrer.

Durante buscas na vizinhança do depósito de construção, a polícia encontrou moto com características bem semelhantes à usada pelos criminosos. Ela havia sido abandonada na Rua Geraldo José de Almeida, no Parque Gerassi, próximo a campo de futebol. Segundo registro de ocorrência do dia 28 de fevereiro, o veículo havia sido roubado. Provavelmente os dois criminosos fugiram a pé. 

O caso foi registrado no 3º DP (Vila Pires) de Santo André como homicídio simples, e será investigado pelo setor de homicídios do município.

Até o fechamento desta edição, nenhum dos criminosos havia sido preso. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;