Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Palco de massacre em Suzano, escola Raul Brasil será reaberta em abril

Marcela Munhoz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


09/03/2020 | 11:35


O retorno das aulas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, onde há um ano dois ex-alunos mataram oito pessoas, está previsto para abril. A informação é do secretário da Educação, Rossieli Soares, que visitou as obras do local na manhã desta segunda-feira, 9. De acordo com ele, houve atraso no cronograma da obra por conta das chuvas, mas 90% já está concluído.

A escola registra atualmente 1.072 matrículas, 10% a mais do que os 970 alunos que estudavam em 2019, quando Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, invadiram o prédio armados e mataram oito pessoas. Os dois também morreram. O crime aconteceu no dia 13 de março.

A obra, que vai entregar 21 salas reformadas e dois prédios novos, com espaço para funcionários, custará cerca de RS 3,1 milhões. De acordo com o secretário, um grupo de empresas contribui para a reforma.

Atualmente, os alunos estão tendo aulas em colégios da região, mas devem voltar ao Raul Brasil depois da instalação do novo mobiliário, previsto para estar na escola na primeira semana de abril. A entrada, por onde os assassinos invadiram a escola, será fechada. O acesso de alunos e visitantes será feito por uma rua lateral.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Palco de massacre em Suzano, escola Raul Brasil será reaberta em abril


09/03/2020 | 11:35


O retorno das aulas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, onde há um ano dois ex-alunos mataram oito pessoas, está previsto para abril. A informação é do secretário da Educação, Rossieli Soares, que visitou as obras do local na manhã desta segunda-feira, 9. De acordo com ele, houve atraso no cronograma da obra por conta das chuvas, mas 90% já está concluído.

A escola registra atualmente 1.072 matrículas, 10% a mais do que os 970 alunos que estudavam em 2019, quando Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, invadiram o prédio armados e mataram oito pessoas. Os dois também morreram. O crime aconteceu no dia 13 de março.

A obra, que vai entregar 21 salas reformadas e dois prédios novos, com espaço para funcionários, custará cerca de RS 3,1 milhões. De acordo com o secretário, um grupo de empresas contribui para a reforma.

Atualmente, os alunos estão tendo aulas em colégios da região, mas devem voltar ao Raul Brasil depois da instalação do novo mobiliário, previsto para estar na escola na primeira semana de abril. A entrada, por onde os assassinos invadiram a escola, será fechada. O acesso de alunos e visitantes será feito por uma rua lateral.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;