Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Guedes desiste de viajar aos EUA para poder tocar reformas semana que vem

Fernando Frazão/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


06/03/2020 | 15:38


O ministro da Economia, Paulo Guedes, desistiu de viajar para Washington, nos Estados Unidos, para poder tocar as reformas econômicas na próxima semana. Guedes iria participar de reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial e também de encontros com o Tesouro norte-americano e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Pela agenda inicial, o ministro já estaria na segunda-feira nos Estados Unidos, mas resolveu ficar no Brasil.

Depois das turbulências dos últimos dias, com a repercussão do Produto Interno Bruto (PIB) baixo e do impasse em torno do Orçamento Impositivo, a equipe econômica avalia que o cenário vai melhorar, principalmente com o envio da proposta do governo sobre a reforma tributária, programado para semana que vem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Guedes desiste de viajar aos EUA para poder tocar reformas semana que vem


06/03/2020 | 15:38


O ministro da Economia, Paulo Guedes, desistiu de viajar para Washington, nos Estados Unidos, para poder tocar as reformas econômicas na próxima semana. Guedes iria participar de reuniões do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial e também de encontros com o Tesouro norte-americano e com o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Pela agenda inicial, o ministro já estaria na segunda-feira nos Estados Unidos, mas resolveu ficar no Brasil.

Depois das turbulências dos últimos dias, com a repercussão do Produto Interno Bruto (PIB) baixo e do impasse em torno do Orçamento Impositivo, a equipe econômica avalia que o cenário vai melhorar, principalmente com o envio da proposta do governo sobre a reforma tributária, programado para semana que vem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;