Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Número de casos confirmados do novo coronavírus sobe a 8 no País

Fotos Públicas/Rodrigo Balladares M. /Minsal Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Grande ABC segue com 15 pacientes em observação; vírus já circula no Brasil


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/03/2020 | 00:01


Subiu para oito o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no País. O Ministério da Saúde informou, na tarde de ontem, que são seis pacientes contaminados no Estado de São Paulo – dois deles infectados após contato com o homem de 61 anos, identificado como primeiro do Brasil –, um no Rio de Janeiro e outro no Espírito Santo. Um exame testou como positivo no Distrito Federal, mas ainda está sendo aguardada a contraprova.

A contaminação dos dois pacientes em São Paulo por contato com um homem que se infectou durante viagem à Itália confirma que o vírus já circula no País. Ao todo, são monitorados 636 casos e outros 378 já foram descartados. No Estado de São Paulo, são 182 pessoas que aguardam a confirmação por exames.

Na região, o número de suspeitos se estabilizou em 15 há pelo menos dois dias: cinco em Santo André, cinco em São Bernardo, um em Ribeirão Pires e um em Rio Grande da Serra. Ao menos sete casos já foram descartados.

CUIDADOS

A coordenadora do curso de medicina da Universidade Anhembi Morumbi em São José dos Campos, Paula Vianna, explicou que a corona é uma família de vírus conhecida desde 1960 e que causa infecções respiratórias. Ao longo dos anos e sazonalmente, mutações têm causado quadros de maior gravidade, como ocorre recentemente com o Covid-19.

Essa infecção, destaca a especialista, é mais perigosa para idosos e pessoas com outras doenças, como diabete e hipertensão. Medidas individuais de higinene auxiliam na prevenção, como lavar sempre as mãos e fazer uso de álcool gel, mas que especialmente nos grupos de risco, vacinação contra a gripe e pneumonia podem ser encaradas com o medidas de saúde pública. 

“Protege os indivíduos dessas doença (gripe e pneumonia) e ajuda a não sobrecarregar os sistemas públicos e privados de saúde”, concluiu. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Número de casos confirmados do novo coronavírus sobe a 8 no País

Grande ABC segue com 15 pacientes em observação; vírus já circula no Brasil

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

06/03/2020 | 00:01


Subiu para oito o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no País. O Ministério da Saúde informou, na tarde de ontem, que são seis pacientes contaminados no Estado de São Paulo – dois deles infectados após contato com o homem de 61 anos, identificado como primeiro do Brasil –, um no Rio de Janeiro e outro no Espírito Santo. Um exame testou como positivo no Distrito Federal, mas ainda está sendo aguardada a contraprova.

A contaminação dos dois pacientes em São Paulo por contato com um homem que se infectou durante viagem à Itália confirma que o vírus já circula no País. Ao todo, são monitorados 636 casos e outros 378 já foram descartados. No Estado de São Paulo, são 182 pessoas que aguardam a confirmação por exames.

Na região, o número de suspeitos se estabilizou em 15 há pelo menos dois dias: cinco em Santo André, cinco em São Bernardo, um em Ribeirão Pires e um em Rio Grande da Serra. Ao menos sete casos já foram descartados.

CUIDADOS

A coordenadora do curso de medicina da Universidade Anhembi Morumbi em São José dos Campos, Paula Vianna, explicou que a corona é uma família de vírus conhecida desde 1960 e que causa infecções respiratórias. Ao longo dos anos e sazonalmente, mutações têm causado quadros de maior gravidade, como ocorre recentemente com o Covid-19.

Essa infecção, destaca a especialista, é mais perigosa para idosos e pessoas com outras doenças, como diabete e hipertensão. Medidas individuais de higinene auxiliam na prevenção, como lavar sempre as mãos e fazer uso de álcool gel, mas que especialmente nos grupos de risco, vacinação contra a gripe e pneumonia podem ser encaradas com o medidas de saúde pública. 

“Protege os indivíduos dessas doença (gripe e pneumonia) e ajuda a não sobrecarregar os sistemas públicos e privados de saúde”, concluiu. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;