Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Óbitos por chuva no verão em SP ultrapassam os do ano passado

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Já são 49 mortes em decorrência da chuva neste verão; no ano passado foram 41



05/03/2020 | 07:40


No Estado de São Paulo, já são 49 mortes em decorrência da chuva neste verão. No ano anterior, haviam sido 41. Minas Gerais é o Estado com mais mortos (72), quatro vezes mais do que no verão anterior. Como o Estado mostrou ontem, o total de mortes por chuva no Sudeste chega a pelo menos 147 - no verão passado, foram 82 vítimas na região.

Em Belo Horizonte, temporais em janeiro deste ano deixaram 13 mortos e os estragos nas ruas custarão ao menos R$ 300 milhões. No Estado do Rio, o número de óbitos por causa de temporais neste verão chegou a 11.

A combinação de efeitos de longo prazo das mudanças climáticas, temperaturas mais baixas nos oceanos e falhas urbanísticas nas cidades leva aos desastres. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Óbitos por chuva no verão em SP ultrapassam os do ano passado

Já são 49 mortes em decorrência da chuva neste verão; no ano passado foram 41


05/03/2020 | 07:40


No Estado de São Paulo, já são 49 mortes em decorrência da chuva neste verão. No ano anterior, haviam sido 41. Minas Gerais é o Estado com mais mortos (72), quatro vezes mais do que no verão anterior. Como o Estado mostrou ontem, o total de mortes por chuva no Sudeste chega a pelo menos 147 - no verão passado, foram 82 vítimas na região.

Em Belo Horizonte, temporais em janeiro deste ano deixaram 13 mortos e os estragos nas ruas custarão ao menos R$ 300 milhões. No Estado do Rio, o número de óbitos por causa de temporais neste verão chegou a 11.

A combinação de efeitos de longo prazo das mudanças climáticas, temperaturas mais baixas nos oceanos e falhas urbanísticas nas cidades leva aos desastres. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;