Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coronavírus faz Itália fechar escolas e universidades até meados de março

Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


04/03/2020 | 12:31


O governo da Itália anunciou nesta quarta-feira, 4, que vai fechar todas as suas escolas e universidades a partir de quinta-feira, 5. Estratégia de contenção do coronavírus, a medida se estenderá até meados de março. Ao todo, o Ministério da Saúde já contabiliza 79 mortes, 2.263 e 160 pessoas curadas da doença no país.

A decisão foi tomada pelo chefe de Governo Giuseppe Conte, durante um conselho de ministros em Roma. No último sábado, 29, escolas e universidades do norte italiano já haviam suspendido as aulas pela segunda semana consecutiva, enquanto as regiões de Lombardia, Veneto e Emilia Romana respondiam por 90% dos casos confirmados até então no país.

Nas últimas semanas, também houve suspensão de missas, jogos de futebol, e a etapa de abertura do MotoGP. Na segunda-feira, o governo italiano inclusive lançou um pacote econômico de 3,6 bilhões de euros para ajudar nas ações contra o coronavírus no país, que tem o maior surto da doença em todo o continente europeu.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coronavírus faz Itália fechar escolas e universidades até meados de março


04/03/2020 | 12:31


O governo da Itália anunciou nesta quarta-feira, 4, que vai fechar todas as suas escolas e universidades a partir de quinta-feira, 5. Estratégia de contenção do coronavírus, a medida se estenderá até meados de março. Ao todo, o Ministério da Saúde já contabiliza 79 mortes, 2.263 e 160 pessoas curadas da doença no país.

A decisão foi tomada pelo chefe de Governo Giuseppe Conte, durante um conselho de ministros em Roma. No último sábado, 29, escolas e universidades do norte italiano já haviam suspendido as aulas pela segunda semana consecutiva, enquanto as regiões de Lombardia, Veneto e Emilia Romana respondiam por 90% dos casos confirmados até então no país.

Nas últimas semanas, também houve suspensão de missas, jogos de futebol, e a etapa de abertura do MotoGP. Na segunda-feira, o governo italiano inclusive lançou um pacote econômico de 3,6 bilhões de euros para ajudar nas ações contra o coronavírus no país, que tem o maior surto da doença em todo o continente europeu.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;