Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

social@dgabc.com.br | 4435-8302

Laís Bassi: ‘Foi bem melhor do que sonhei’

Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Aniversariante usou dois vestidos feitos exclusivamente para a festa, que começou a ser preparada há cinco meses


Marcela Ibelli
Do Diário do Grande ABC

02/03/2020 | 23:30


 São várias as etapas que concluímos durante a vida e cada uma delas tem gostinho especial. Não são mais todas as garotas que desejam uma festa de 15 anos, mas as que sonham com o momento se sentem realizadas. Dá gosto de ouvir Laís Sortino Bassi falar do seu momento. “Foi incrível, bem melhor do que sonhei”, conta a debutante, que recebeu cerca de 120 convidados no Samyr Buffet, em São Caetano, para comemorar com ela os tão desejados 15 anos. “É uma passagem de fase, de ciclo. E foi feito da melhor forma possível.”

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

A aniversariante usou dois vestidos feitos exclusivamente para ela usar na festa, que começou a ser preparada há cinco meses. “Tem muita coisa para resolver e eu quis participar de todos os detalhes.” Além das valsas com o irmão Giovanni – que também foi seu príncipe –, do pai, Marcos, e do avô, Vicenzo Sortino, Laís destaca outro momento muito emocionante da noite. “Foi quando eu li um texto que escrevi para a minha mãe (Carla) de agradecimento por tudo. Ela foi uma das grandes responsáveis por ter tornado meu sonho real”, declara.

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

TEM MAIS...

Geração igualdade
Este ano, o Dia Internacional das Mulheres será celebrado pela ONU (Organização das Nações Unidas) com o tema Eu sou a Geração Igualdade: Concretizar os Direitos das Mulheres. A data relembra não apenas a luta feminina por direitos básicos ao longo da história, mas também levanta o debate sobre o que precisa ser feito em relação à igualdade de gênero. É notório como, cada vez mais cedo, a sororidade está mais forte.

Busca por Justiça
No dia 17 será lançado o livro Heroínas desta História – Mulheres em Busca de Justiça por Familiares Mortos pela Ditadura. A obra é sobre mulheres totalmente produzida por mulheres com as trajetórias de 15 que perderam familiares por meio da violência de Estado durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985). O lançamento será a partir das 19 na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500), em São Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Laís Bassi: ‘Foi bem melhor do que sonhei’

Aniversariante usou dois vestidos feitos exclusivamente para a festa, que começou a ser preparada há cinco meses

Marcela Ibelli
Do Diário do Grande ABC

02/03/2020 | 23:30


 São várias as etapas que concluímos durante a vida e cada uma delas tem gostinho especial. Não são mais todas as garotas que desejam uma festa de 15 anos, mas as que sonham com o momento se sentem realizadas. Dá gosto de ouvir Laís Sortino Bassi falar do seu momento. “Foi incrível, bem melhor do que sonhei”, conta a debutante, que recebeu cerca de 120 convidados no Samyr Buffet, em São Caetano, para comemorar com ela os tão desejados 15 anos. “É uma passagem de fase, de ciclo. E foi feito da melhor forma possível.”

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

A aniversariante usou dois vestidos feitos exclusivamente para ela usar na festa, que começou a ser preparada há cinco meses. “Tem muita coisa para resolver e eu quis participar de todos os detalhes.” Além das valsas com o irmão Giovanni – que também foi seu príncipe –, do pai, Marcos, e do avô, Vicenzo Sortino, Laís destaca outro momento muito emocionante da noite. “Foi quando eu li um texto que escrevi para a minha mãe (Carla) de agradecimento por tudo. Ela foi uma das grandes responsáveis por ter tornado meu sonho real”, declara.

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

Fotos: Renata Anjos/Divulgação Estúdio RA

TEM MAIS...

Geração igualdade
Este ano, o Dia Internacional das Mulheres será celebrado pela ONU (Organização das Nações Unidas) com o tema Eu sou a Geração Igualdade: Concretizar os Direitos das Mulheres. A data relembra não apenas a luta feminina por direitos básicos ao longo da história, mas também levanta o debate sobre o que precisa ser feito em relação à igualdade de gênero. É notório como, cada vez mais cedo, a sororidade está mais forte.

Busca por Justiça
No dia 17 será lançado o livro Heroínas desta História – Mulheres em Busca de Justiça por Familiares Mortos pela Ditadura. A obra é sobre mulheres totalmente produzida por mulheres com as trajetórias de 15 que perderam familiares por meio da violência de Estado durante a ditadura militar no Brasil (1964-1985). O lançamento será a partir das 19 na Unibes Cultural (Rua Oscar Freire, 2.500), em São Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;