Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 10 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Esquiva Falcão nocauteia argentino e pede chance de disputar título do CMB

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


01/03/2020 | 09:55


O boxeador Esquiva Falcão derrotou o argentino Jorge Daniel Miranda, por nocaute técnico, no quinto assalto, neste sábado, na Arena de Lutas, na Barra Funda, em São Paulo. Com o resultado, o brasileiro confirmou a sua previsão de vencer o adversário pela via mais rápida.

"Ele é um rival, que aguenta pancada, mas consegui acertar a linha de cintura dele várias vezes e miná-lo muito bem", disse o atual número cinco do ranking do Conselho Mundial de Boxe. Em 31 de março do ano passado, em Magaratiba, no Rio, Esquiva venceu Miranda, por pontos, mas não teve uma boa atuação.

Neste sábado, Esquiva tomou a iniciativa do combate desde os primeiros instantes e concentrou seus golpes na região abdominal do adversário, que conseguia realizar um bom bloqueio dos golpes na cabeça.

No fim do quarto assalto, o medalhista de prata em Londres-2012 colocou um fortíssimo golpe na boca do estômago do argentino, que foi à lona, levantou, mas não se recuperou muito bem e desistiu no início do quinto round.

"Vou pedir mais uma vez para o Bob Arum (dono da empresa Top Rank, que cuida da carreira do lutador nacional) uma oportunidade de disputar o título mundial. Pode ser qualquer cinturão. Eu posso vencer qualquer um", afirmou o invicto boxeador, logo depois da 26.ª vitória consecutiva, com 17 nocautes.

"Mas eu preferiria se fosse o cinturão do Conselho Mundial de Boxe, a mesma organização pela qual Eder Jofre e Miguel de Oliveira foram campeões", afirmou Esquiva, se referindo ao cinturão do norte-americano Jermall Charlo, dono de um cartel invicto de 30 lutas, com 22 nocautes.

Esquiva treinou a última semana com Miguel na Academia Companhia Atlética, em São Paulo. Miguel esteve presente na plateia que superlotou a Academia de Lutas, assim como Eder Jofre, bastante aplaudido pelo público, quando anunciado.

Esquiva vai passar uns dias de descanso com a família no Espírito Santo e depois retoma sua rotina de treinamentos na Califórnia, com o técnico Robert Garcia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Esquiva Falcão nocauteia argentino e pede chance de disputar título do CMB


01/03/2020 | 09:55


O boxeador Esquiva Falcão derrotou o argentino Jorge Daniel Miranda, por nocaute técnico, no quinto assalto, neste sábado, na Arena de Lutas, na Barra Funda, em São Paulo. Com o resultado, o brasileiro confirmou a sua previsão de vencer o adversário pela via mais rápida.

"Ele é um rival, que aguenta pancada, mas consegui acertar a linha de cintura dele várias vezes e miná-lo muito bem", disse o atual número cinco do ranking do Conselho Mundial de Boxe. Em 31 de março do ano passado, em Magaratiba, no Rio, Esquiva venceu Miranda, por pontos, mas não teve uma boa atuação.

Neste sábado, Esquiva tomou a iniciativa do combate desde os primeiros instantes e concentrou seus golpes na região abdominal do adversário, que conseguia realizar um bom bloqueio dos golpes na cabeça.

No fim do quarto assalto, o medalhista de prata em Londres-2012 colocou um fortíssimo golpe na boca do estômago do argentino, que foi à lona, levantou, mas não se recuperou muito bem e desistiu no início do quinto round.

"Vou pedir mais uma vez para o Bob Arum (dono da empresa Top Rank, que cuida da carreira do lutador nacional) uma oportunidade de disputar o título mundial. Pode ser qualquer cinturão. Eu posso vencer qualquer um", afirmou o invicto boxeador, logo depois da 26.ª vitória consecutiva, com 17 nocautes.

"Mas eu preferiria se fosse o cinturão do Conselho Mundial de Boxe, a mesma organização pela qual Eder Jofre e Miguel de Oliveira foram campeões", afirmou Esquiva, se referindo ao cinturão do norte-americano Jermall Charlo, dono de um cartel invicto de 30 lutas, com 22 nocautes.

Esquiva treinou a última semana com Miguel na Academia Companhia Atlética, em São Paulo. Miguel esteve presente na plateia que superlotou a Academia de Lutas, assim como Eder Jofre, bastante aplaudido pelo público, quando anunciado.

Esquiva vai passar uns dias de descanso com a família no Espírito Santo e depois retoma sua rotina de treinamentos na Califórnia, com o técnico Robert Garcia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;