Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Enel chamada às falas


Do Diário do Grande ABC

28/02/2020 | 09:34


A pronta reação do deputado estadual Thiago Auricchio (PL) à reportagem deste Diário que mostrava o significativo aumento no número de reclamações sobre os serviços de distribuição de energia elétrica prestados pela Enel, multinacional controlada pelo capital italiano, traz alguma esperança aos clientes da companhia no Grande ABC. Assim que leu o jornal, o parlamentar, que é vice-presidente da comissão de defesa do consumidor na Assembleia Legislativa, anunciou que vai convocar a direção da empresa para questioná-la acerca das queixas dos moradores das sete cidades.

Dizendo que clientes da concessionária procuraram seu gabinete para denunciar problemas, Thiago Auricchio recorreu a termos bastante incisivos para classificar a atuação da Enel. Mas, certamente, “qualidade duvidosa” não foi exagero do parlamentar. Talvez tenha sido até aquém, dada a reportagem deste jornal mostrando o aumento substancial no número de reclamações contra a companhia nos procons da região. As queixas saltaram 34,69% entre 2018 e 2019, passando de 1.329 denúncias para 1.790.

Há caso de condomínio, em plena área central de Santo André, uma das mais ricas do Grande ABC, que ficou mais de 24 horas sem elevador por causa de falha de distribuição! Há outras questões tão graves quanto, como a falta de informação nos telefones que a companhia disponibiliza exatamente para que os consumidores esclareçam dúvidas. Um absurdo total que não pode ser ignorado pelas autoridades estaduais.

O interesse da Assembleia Legislativa no assunto é fator importante para que a Enel saiba que, embora o Brasil seja País amigo e entusiasta do livre-comércio, há um arcabouço legal de proteção aos direitos dos consumidores, com regulamentos claríssimos que precisam ser respeitados. Que a companhia, chamada às falas pelos deputados, aproveite a oportunidade para explicar como pretende atuar para dispensar aos clientes do Grande ABC a qualidade de serviços que a quarta maior produtora de riquezas da Nação merece. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Enel chamada às falas

Do Diário do Grande ABC

28/02/2020 | 09:34


A pronta reação do deputado estadual Thiago Auricchio (PL) à reportagem deste Diário que mostrava o significativo aumento no número de reclamações sobre os serviços de distribuição de energia elétrica prestados pela Enel, multinacional controlada pelo capital italiano, traz alguma esperança aos clientes da companhia no Grande ABC. Assim que leu o jornal, o parlamentar, que é vice-presidente da comissão de defesa do consumidor na Assembleia Legislativa, anunciou que vai convocar a direção da empresa para questioná-la acerca das queixas dos moradores das sete cidades.

Dizendo que clientes da concessionária procuraram seu gabinete para denunciar problemas, Thiago Auricchio recorreu a termos bastante incisivos para classificar a atuação da Enel. Mas, certamente, “qualidade duvidosa” não foi exagero do parlamentar. Talvez tenha sido até aquém, dada a reportagem deste jornal mostrando o aumento substancial no número de reclamações contra a companhia nos procons da região. As queixas saltaram 34,69% entre 2018 e 2019, passando de 1.329 denúncias para 1.790.

Há caso de condomínio, em plena área central de Santo André, uma das mais ricas do Grande ABC, que ficou mais de 24 horas sem elevador por causa de falha de distribuição! Há outras questões tão graves quanto, como a falta de informação nos telefones que a companhia disponibiliza exatamente para que os consumidores esclareçam dúvidas. Um absurdo total que não pode ser ignorado pelas autoridades estaduais.

O interesse da Assembleia Legislativa no assunto é fator importante para que a Enel saiba que, embora o Brasil seja País amigo e entusiasta do livre-comércio, há um arcabouço legal de proteção aos direitos dos consumidores, com regulamentos claríssimos que precisam ser respeitados. Que a companhia, chamada às falas pelos deputados, aproveite a oportunidade para explicar como pretende atuar para dispensar aos clientes do Grande ABC a qualidade de serviços que a quarta maior produtora de riquezas da Nação merece. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;