Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Pessoas valorizam mais o tempo de férias do que o dinheiro

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Redação
Do Rota de Férias

27/02/2020 | 18:48


As pessoas preferem ter mais tempo para aproveitar as férias até mesmo do que ganhar dinheiro. A constatação foi feita por uma pesquisa encomendada pela rede hoteleira de luxo Four Seasons ao instituto Wakefield Research. O estudo foi realizado com 5.000 adultos com mais de 18 anos em quatro regiões do planeta: Reino Unido, Estados Unidos, China e países do Golfo Pérsico.

O mais interessante é que essa opinião foi reforçada por quase todas as faixas etárias. Mais da metade dos millennials (54%), integrantes da geração X (53%) e baby boomers (56%) escolheriam ganhar mais dias livres se pudessem, e não um salário maior. Apenas integrantes da geração Z – muitos que já têm o luxo de mais tempo livre, mas ainda em busca da independência financeira – valorizam o aumento de ganhos (62%) em relação aos dias de folga (38%).

O que fazer no tempo livre

Por outro lado, a lista de desejos de como aproveitar o tempo livre é muito mais universal, abrangendo todas as gerações de entrevistados. Segundo a pesquisa, viajantes de todas as idades querem viver experiências com significado, sejam elas grandiosas ou simples, que façam com que tenham mais contato com diferentes culturas e se sintam mais conectados com si mesmos, com os outros e com o mundo.

 Questionados a respeito da disposição em viver aventuras diferentes, os viajantes mais jovens – millennials e os da geração Z –revelaram-se como que mais se arriscariam, comparados aos baby boomers. Quase todos os entrevistados (95%), no entanto, concordam que se sentem mais inclinados nas férias a sair de sua zona de conforto.

Mais de um terço das pessoas relataram ter realizado, ao viajar, alguma experiência que nunca tinham feito antes, como praticar um novo esporte ou aprender algo que os desafiasse mental ou fisicamente. Outro dado interessante da pesquisa é que mais de metade (51%) dos entrevistados disseram se sentir mais motivados, otimistas (46%) e pacientes no trabalho (42%) após retornar das férias.

O que você faria com as 24 horas a mais de 2020 

Diante dos resultados da pesquisa realizada pelo Wakefield Research, o Four Seasons aproveitou que 2020 é um ano bissexto para levantar a questão: o que você faria com as 24 horas a mais que tem para aproveitar. Assim, nasceram várias sugestões para o viajante, de um minuto até um dia, que ganharam até uma hashtag: #FSTakeYourTime. Confira algumas delas.

1 Minuto

 Moscou, Rússia: Os carrilhões de Spasskaya

A sugestão do Four Seasons de Moscou é tomar uma taça de champanhe na Imperial Suite do hotel ouvindo os sinos da Torre de Spasskaya ressoarem na Praça Vermelha.

Hoi An, Vietnã: beijo de boa noite

O ritual de boa noite para a Terra, ao som dos bowls no spa de Hoi An, faz o corpo receber vibrações de cura, enquanto uma vela e um bilhete com um desejo escrito à mão pelo hóspede são depositados em uma fonte de flores de lótus.

1 Hora

Cidade do México: um terraço na montanha

O convite do hotel no México é para um passeio pelos salões iluminados pelo sol e a vista da cidade a partir dos terraços do Castillo de Chapultepec, um enorme castelo do século 18 no topo do monte Chapultepec.

Sydney, Austrália: nas alturas

A vista de 360 graus que se descortina após a subida desafiadora de 1.332 degraus até a imponente Ponte do Porto de Sydney faz valer cada degrau vencido.

1 Dia

São Paulo: detox pro corpo e alma

Para repor as energias o Four Seasons São Paulo propõe um Day Spa Detox composto por um tratamento de três fases, começando na sauna úmida do hotel, para desintoxicar e eliminar as impurezas do organismo. Em seguida, uma massagem linfática relaxante de 1h30 de duração combate o inchaço do corpo e da face. No fim, uma máscara corporal de argila garante a reposição de antioxidantes e minerais, devolvendo maciez à pele desidratada.

Riviera Ateniense, Grécia: desacelerando no oceano

Embarcar num kaiki (tradicional barco grego), explorar o Mar Egeu e desacelerar é a proposta do Four Seasons Athens: pescar, ver sítios históricos, nadar no Golfo Sarônico e experimentar sabores locais num romântico jantar ao pôr do sol.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pessoas valorizam mais o tempo de férias do que o dinheiro

Redação
Do Rota de Férias

27/02/2020 | 18:48


As pessoas preferem ter mais tempo para aproveitar as férias até mesmo do que ganhar dinheiro. A constatação foi feita por uma pesquisa encomendada pela rede hoteleira de luxo Four Seasons ao instituto Wakefield Research. O estudo foi realizado com 5.000 adultos com mais de 18 anos em quatro regiões do planeta: Reino Unido, Estados Unidos, China e países do Golfo Pérsico.

O mais interessante é que essa opinião foi reforçada por quase todas as faixas etárias. Mais da metade dos millennials (54%), integrantes da geração X (53%) e baby boomers (56%) escolheriam ganhar mais dias livres se pudessem, e não um salário maior. Apenas integrantes da geração Z – muitos que já têm o luxo de mais tempo livre, mas ainda em busca da independência financeira – valorizam o aumento de ganhos (62%) em relação aos dias de folga (38%).

O que fazer no tempo livre

Por outro lado, a lista de desejos de como aproveitar o tempo livre é muito mais universal, abrangendo todas as gerações de entrevistados. Segundo a pesquisa, viajantes de todas as idades querem viver experiências com significado, sejam elas grandiosas ou simples, que façam com que tenham mais contato com diferentes culturas e se sintam mais conectados com si mesmos, com os outros e com o mundo.

 Questionados a respeito da disposição em viver aventuras diferentes, os viajantes mais jovens – millennials e os da geração Z –revelaram-se como que mais se arriscariam, comparados aos baby boomers. Quase todos os entrevistados (95%), no entanto, concordam que se sentem mais inclinados nas férias a sair de sua zona de conforto.

Mais de um terço das pessoas relataram ter realizado, ao viajar, alguma experiência que nunca tinham feito antes, como praticar um novo esporte ou aprender algo que os desafiasse mental ou fisicamente. Outro dado interessante da pesquisa é que mais de metade (51%) dos entrevistados disseram se sentir mais motivados, otimistas (46%) e pacientes no trabalho (42%) após retornar das férias.

O que você faria com as 24 horas a mais de 2020 

Diante dos resultados da pesquisa realizada pelo Wakefield Research, o Four Seasons aproveitou que 2020 é um ano bissexto para levantar a questão: o que você faria com as 24 horas a mais que tem para aproveitar. Assim, nasceram várias sugestões para o viajante, de um minuto até um dia, que ganharam até uma hashtag: #FSTakeYourTime. Confira algumas delas.

1 Minuto

 Moscou, Rússia: Os carrilhões de Spasskaya

A sugestão do Four Seasons de Moscou é tomar uma taça de champanhe na Imperial Suite do hotel ouvindo os sinos da Torre de Spasskaya ressoarem na Praça Vermelha.

Hoi An, Vietnã: beijo de boa noite

O ritual de boa noite para a Terra, ao som dos bowls no spa de Hoi An, faz o corpo receber vibrações de cura, enquanto uma vela e um bilhete com um desejo escrito à mão pelo hóspede são depositados em uma fonte de flores de lótus.

1 Hora

Cidade do México: um terraço na montanha

O convite do hotel no México é para um passeio pelos salões iluminados pelo sol e a vista da cidade a partir dos terraços do Castillo de Chapultepec, um enorme castelo do século 18 no topo do monte Chapultepec.

Sydney, Austrália: nas alturas

A vista de 360 graus que se descortina após a subida desafiadora de 1.332 degraus até a imponente Ponte do Porto de Sydney faz valer cada degrau vencido.

1 Dia

São Paulo: detox pro corpo e alma

Para repor as energias o Four Seasons São Paulo propõe um Day Spa Detox composto por um tratamento de três fases, começando na sauna úmida do hotel, para desintoxicar e eliminar as impurezas do organismo. Em seguida, uma massagem linfática relaxante de 1h30 de duração combate o inchaço do corpo e da face. No fim, uma máscara corporal de argila garante a reposição de antioxidantes e minerais, devolvendo maciez à pele desidratada.

Riviera Ateniense, Grécia: desacelerando no oceano

Embarcar num kaiki (tradicional barco grego), explorar o Mar Egeu e desacelerar é a proposta do Four Seasons Athens: pescar, ver sítios históricos, nadar no Golfo Sarônico e experimentar sabores locais num romântico jantar ao pôr do sol.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;