Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar supera R$ 4,48 com cautela sobre coronavírus e risco político às reformas



27/02/2020 | 11:14


Após a venda de US$ 1 bilhão em swap novo no mercado futuro, o dólar renovou máximas ante o real na manhã desta quinta-feira, 27, acima dos R$ 4,48 - pico histórico intraday. O dólar à vista subiu até R$ 4,4861 (+0,94%), na esteira da máxima do dólar março, a R$ 4,4865 (+0,73%).

O ajuste ante o real está mais forte do que a alta da divisa americana em relação a outras moedas emergentes ligadas a commodities latino-americanas.

Às 11h05, o dólar subia 0,37% ante o peso argentino, 0,62% ante o peso chileno e 0,67% ante o peso mexicano.

Para o operador Durval Correa, da Via Brasil Serviços Empresariais, tudo leva a crer que o dólar está a caminho dos R$ 4,500 e bolsa pode cair mais aos 100 mil pontos, por causa das reavaliações sobre o crescimento mundial devido a epidemia de coronavírus e seu impacto na demanda global por matérias-primas e produtos manufaturados.

Além disso, no Brasil, o risco político às reformas, após o presidente da República, Jair Bolsonaro, convocar manifestação de rua contra o Congresso, eleva a inquietação porque é mais uma ameaça à retomada da economia, afirma ele.

"Ninguém sabe para onde vai o crescimento", afirma ele. "A pesquisa Focus da próxima segunda-feira deverá trazer projeções bem diferentes das atuais, já embutindo piora de expectativas por causa do coronavírus", prevê.

A cautela também antecede, segundo ele, a divulgação dos dados da balança comercial e de fluxo cambiais mais tarde. "O IGP-M e a prévia do IPC-S hoje ajudam a apoiar a cautela com o crescimento da economia. "A volatilidade deve se acentuar", avalia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar supera R$ 4,48 com cautela sobre coronavírus e risco político às reformas


27/02/2020 | 11:14


Após a venda de US$ 1 bilhão em swap novo no mercado futuro, o dólar renovou máximas ante o real na manhã desta quinta-feira, 27, acima dos R$ 4,48 - pico histórico intraday. O dólar à vista subiu até R$ 4,4861 (+0,94%), na esteira da máxima do dólar março, a R$ 4,4865 (+0,73%).

O ajuste ante o real está mais forte do que a alta da divisa americana em relação a outras moedas emergentes ligadas a commodities latino-americanas.

Às 11h05, o dólar subia 0,37% ante o peso argentino, 0,62% ante o peso chileno e 0,67% ante o peso mexicano.

Para o operador Durval Correa, da Via Brasil Serviços Empresariais, tudo leva a crer que o dólar está a caminho dos R$ 4,500 e bolsa pode cair mais aos 100 mil pontos, por causa das reavaliações sobre o crescimento mundial devido a epidemia de coronavírus e seu impacto na demanda global por matérias-primas e produtos manufaturados.

Além disso, no Brasil, o risco político às reformas, após o presidente da República, Jair Bolsonaro, convocar manifestação de rua contra o Congresso, eleva a inquietação porque é mais uma ameaça à retomada da economia, afirma ele.

"Ninguém sabe para onde vai o crescimento", afirma ele. "A pesquisa Focus da próxima segunda-feira deverá trazer projeções bem diferentes das atuais, já embutindo piora de expectativas por causa do coronavírus", prevê.

A cautela também antecede, segundo ele, a divulgação dos dados da balança comercial e de fluxo cambiais mais tarde. "O IGP-M e a prévia do IPC-S hoje ajudam a apoiar a cautela com o crescimento da economia. "A volatilidade deve se acentuar", avalia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;