Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Facebook bane anúncio que promete cura de vírus



27/02/2020 | 07:02


O Facebook anunciou nesta quarta-feira, 26, que vai banir anúncios de supostos antídotos ou curas do coronavírus em sua rede social. Em meio à histeria por conta da epidemia do vírus, muitos golpistas têm aproveitado para enganar pessoas pela internet, vendendo falsas soluções. "O banimento inclui alegações relacionadas a curas falsas ou métodos de prevenção - como 'beber alvejante cura o coronavírus' -, e demais informações que possam causar confusão sobre os recursos de saúde disponíveis", disse ontem Kang-Xing Jin, chefe da área de saúde do Facebook.

"Também vamos bloquear ou restringir as hashtags usadas para espalhar informações errôneas no Instagram, e iremos realizar varreduras diárias para encontrar e remover o máximo possível desse conteúdo", informou Kang-Xing. Vale acrescentar que recentemente, um anúncio falando que "óleo de cobra cura o Covid-19 (nome técnico dado ao vírus)", viralizou pelas plataformas da empresa.

Dentre outras medidas, o Facebook afirmou que quando os usuários buscarem informações relacionadas ao vírus, a rede social exibirá caixas "pop-up educacionais", com informações que sejam verificadas e de confiança. Além disso, o grupo também está dando créditos de publicidade gratuitos para as organizações que postarem anúncios educacionais sobre o coronavírus. Vale destacar que nas últimas semanas, Twitter e TikTok também adotaram medidas para limitar a disseminação de informações errôneas sobre o coronavírus em suas plataformas.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Facebook bane anúncio que promete cura de vírus


27/02/2020 | 07:02


O Facebook anunciou nesta quarta-feira, 26, que vai banir anúncios de supostos antídotos ou curas do coronavírus em sua rede social. Em meio à histeria por conta da epidemia do vírus, muitos golpistas têm aproveitado para enganar pessoas pela internet, vendendo falsas soluções. "O banimento inclui alegações relacionadas a curas falsas ou métodos de prevenção - como 'beber alvejante cura o coronavírus' -, e demais informações que possam causar confusão sobre os recursos de saúde disponíveis", disse ontem Kang-Xing Jin, chefe da área de saúde do Facebook.

"Também vamos bloquear ou restringir as hashtags usadas para espalhar informações errôneas no Instagram, e iremos realizar varreduras diárias para encontrar e remover o máximo possível desse conteúdo", informou Kang-Xing. Vale acrescentar que recentemente, um anúncio falando que "óleo de cobra cura o Covid-19 (nome técnico dado ao vírus)", viralizou pelas plataformas da empresa.

Dentre outras medidas, o Facebook afirmou que quando os usuários buscarem informações relacionadas ao vírus, a rede social exibirá caixas "pop-up educacionais", com informações que sejam verificadas e de confiança. Além disso, o grupo também está dando créditos de publicidade gratuitos para as organizações que postarem anúncios educacionais sobre o coronavírus. Vale destacar que nas últimas semanas, Twitter e TikTok também adotaram medidas para limitar a disseminação de informações errôneas sobre o coronavírus em suas plataformas.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;