Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Organizadores de evento fugiram sem prestar socorro às vítimas

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Acidente com caminhão de som deixou 13 pessoas feridas, sendo um adulto e 12 crianças


Vanessa Soares
Do Dgabc.com.br

24/02/2020 | 16:44


Os organizadores do evento beneficente no bairro Planalto, em São Bernardo, na tarde de domingo, que acabou com o tombamento de caminhão de som e 13 feridos, sendo uma mulher de 37 anos e 12 crianças entre 4 e 12, fugiram do local sem prestar socorro às vítimas.

De acordo com boletim de ocorrência registrado no 3º DP (Assunção), a ação oferecia cortes de cabelo gratuitos para crianças e o caminhão de som foi contratado para animar a festa. Quando o evento terminou, um dos responsáveis, conhecido como Marcos ABC, solicitou a Hermes Martins da Silva, 55, que conduzia o veículo, para subir na carroceria junto com algumas crianças para tirar foto, e pediu que dessem uma volta pelo bairro para mostrar o novo visual dos pequenos para vizinhança.

Na curva entre as ruas Agostinho Campi e Oneda, a carroceria se desprendeu do veículo e tombou, derrubando todos que estavam em cima.
A Prefeitura de Diadema confirmou que recebeu cinco pacientes do acidente no Hospital Municipal de Piraporinha. Quatro foram transferidos para hospitais particulares e um, em estado mais grave, para o Hospital estadual Mário Covas, em Santo André, onde passou por cirurgia. Até o fechamento desta edição não havia informações sobre seu estado de saúde.

As outras oito vítimas foram encaminhadas para o PS (Pronto-Socorro) Central de São Bernardo. Em nota, a Prefeitura são-bernardense informou, por meio da Secretaria de Saúde, que sete foram medicadas e tiveram alta. “Um único paciente, que foi transferido para o Hospital estadual Serraria, em Diadema, retornou ao PS Central para reavaliação médica e segue internado para observação e medicação, sem gravidade.”

A administração municipal declarou ainda que o evento não tinha autorização da Prefeitura. “A situação segue em apuração”, finalizou.

O caso foi registrado como lesão corporal culposa (sem intenção) na direção de veículo automotor. O caminhão, assim como a carroceria, foram apreendidos para perícia. A polícia realizou teste de bafômetro do motorista, mas o exame deu negativo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Organizadores de evento fugiram sem prestar socorro às vítimas

Acidente com caminhão de som deixou 13 pessoas feridas, sendo um adulto e 12 crianças

Vanessa Soares
Do Dgabc.com.br

24/02/2020 | 16:44


Os organizadores do evento beneficente no bairro Planalto, em São Bernardo, na tarde de domingo, que acabou com o tombamento de caminhão de som e 13 feridos, sendo uma mulher de 37 anos e 12 crianças entre 4 e 12, fugiram do local sem prestar socorro às vítimas.

De acordo com boletim de ocorrência registrado no 3º DP (Assunção), a ação oferecia cortes de cabelo gratuitos para crianças e o caminhão de som foi contratado para animar a festa. Quando o evento terminou, um dos responsáveis, conhecido como Marcos ABC, solicitou a Hermes Martins da Silva, 55, que conduzia o veículo, para subir na carroceria junto com algumas crianças para tirar foto, e pediu que dessem uma volta pelo bairro para mostrar o novo visual dos pequenos para vizinhança.

Na curva entre as ruas Agostinho Campi e Oneda, a carroceria se desprendeu do veículo e tombou, derrubando todos que estavam em cima.
A Prefeitura de Diadema confirmou que recebeu cinco pacientes do acidente no Hospital Municipal de Piraporinha. Quatro foram transferidos para hospitais particulares e um, em estado mais grave, para o Hospital estadual Mário Covas, em Santo André, onde passou por cirurgia. Até o fechamento desta edição não havia informações sobre seu estado de saúde.

As outras oito vítimas foram encaminhadas para o PS (Pronto-Socorro) Central de São Bernardo. Em nota, a Prefeitura são-bernardense informou, por meio da Secretaria de Saúde, que sete foram medicadas e tiveram alta. “Um único paciente, que foi transferido para o Hospital estadual Serraria, em Diadema, retornou ao PS Central para reavaliação médica e segue internado para observação e medicação, sem gravidade.”

A administração municipal declarou ainda que o evento não tinha autorização da Prefeitura. “A situação segue em apuração”, finalizou.

O caso foi registrado como lesão corporal culposa (sem intenção) na direção de veículo automotor. O caminhão, assim como a carroceria, foram apreendidos para perícia. A polícia realizou teste de bafômetro do motorista, mas o exame deu negativo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;