Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila monta comissão para julgar sucessão da FUABC

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeito de Mauá dá novo passo no processo de escolha de nova OSS para gerir equipamentos


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

22/02/2020 | 00:01


O governo do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), deu novo passo no processo de substituição da FUABC (Fundação do ABC) na gestão dos equipamentos de saúde da cidade. Na semana passada, a administração publicou decreto instituindo comissão que ficará responsável por julgar o credenciamento das entidades que vão participar da licitação.

A criação do grupo é primeiro passo concreto no processo de escolha de outra OSS (Organização Social de Saúde). A seleção das organizações travou e vinha ficando apenas no discurso, embora o vínculo do Paço com a FUABC segue a título precário, isto é, sem contrato.

A comissão será composta integralmente por servidores comissionados. O gerente de saúde Welington de Almeida Lima presidirá o grupo, que contará ainda com os servidores Adriano Guerra (coordenador); Maira Vieira Vivo (gerente de saúde); Ana Cecília Miranda de Araújo (coordenadora); e Keyla Cibelle da Silva Nascimento (técnica em contabilidade).

De acordo com o decreto, os componentes da comissão “terão atribuições técnicas” e serão responsáveis pelo “apoio técnico, gerenciamento e execução de ações e serviços da rede de saúde” no processo de seleção da nova entidade que gerenciará os equipamentos de saúde no município.

NOVELA
A substituição da FUABC na gestão terceirizada da saúde em Mauá é novela antiga e se arrasta, inclusive, desde a campanha eleitoral de 2016 – Atila chegou a prometer o rompimento do contrato com a Fundação.

Durante o início do governo, porém, a cúpula da Secretaria de Saúde passou a desenhar novos formatos para descentralizar a gestão dos equipamentos e, principalmente, dar solução à manutenção do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. Além de trocas na direção da pasta, o vaivém no comando do Executivo, entre 2018 e 2019, também travou esse processo. No ano passado, a então prefeita Alaíde Damo (MDB) chegou a romper unilateralmente com a FUABC. A ação, porém, foi abortada por interferência do Ministério Público.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atila monta comissão para julgar sucessão da FUABC

Prefeito de Mauá dá novo passo no processo de escolha de nova OSS para gerir equipamentos

Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

22/02/2020 | 00:01


O governo do prefeito de Mauá, Atila Jacomussi (PSB), deu novo passo no processo de substituição da FUABC (Fundação do ABC) na gestão dos equipamentos de saúde da cidade. Na semana passada, a administração publicou decreto instituindo comissão que ficará responsável por julgar o credenciamento das entidades que vão participar da licitação.

A criação do grupo é primeiro passo concreto no processo de escolha de outra OSS (Organização Social de Saúde). A seleção das organizações travou e vinha ficando apenas no discurso, embora o vínculo do Paço com a FUABC segue a título precário, isto é, sem contrato.

A comissão será composta integralmente por servidores comissionados. O gerente de saúde Welington de Almeida Lima presidirá o grupo, que contará ainda com os servidores Adriano Guerra (coordenador); Maira Vieira Vivo (gerente de saúde); Ana Cecília Miranda de Araújo (coordenadora); e Keyla Cibelle da Silva Nascimento (técnica em contabilidade).

De acordo com o decreto, os componentes da comissão “terão atribuições técnicas” e serão responsáveis pelo “apoio técnico, gerenciamento e execução de ações e serviços da rede de saúde” no processo de seleção da nova entidade que gerenciará os equipamentos de saúde no município.

NOVELA
A substituição da FUABC na gestão terceirizada da saúde em Mauá é novela antiga e se arrasta, inclusive, desde a campanha eleitoral de 2016 – Atila chegou a prometer o rompimento do contrato com a Fundação.

Durante o início do governo, porém, a cúpula da Secretaria de Saúde passou a desenhar novos formatos para descentralizar a gestão dos equipamentos e, principalmente, dar solução à manutenção do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. Além de trocas na direção da pasta, o vaivém no comando do Executivo, entre 2018 e 2019, também travou esse processo. No ano passado, a então prefeita Alaíde Damo (MDB) chegou a romper unilateralmente com a FUABC. A ação, porém, foi abortada por interferência do Ministério Público.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;