Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Máscaras de Carnaval são acessórios especiais
no período da maior festa popular do Brasil

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Item de diferentes tipos, estilos e cores já foi usado em rituais e celebrações no passado


Tauana Marin

22/02/2020 | 23:58


Além de serpentinas, confetes, fantasias e marchinhas (músicas tradicionais para a época), o Carnaval é marcado por máscaras. Seja ligado a super-heróis, personagens de filmes de terror, a várias personalidades e até os mais sofisticados (com brilhos e plumas), o item faz diferença para compor o visual e é algo muito antigo. 

Há registros que marcam o uso do acessório na Itália medieval. No entanto, é provavelmente tão antigo quanto a história da humanidade, associado a rituais místicos ou religiosos de grupos como os índios brasileiros, os aborígenes australianos, os nativos africanos e populações pré-históricas. Também marcou presença na Grécia antiga, sendo usado, por exemplo, nos teatros. Os romanos o usavam para realizar grandes festas, entre elas a comemoração do inverno ou para a chegada da primavera.

No período histórico chamado Idade Média, as máscaras se modificaram e se adaptaram para chegar bem próximo das vistas na época do Carnaval. Há as que protegem, as que enganam e as que divertem. Sua principal função na festa popular é dar, provisoriamente, um rosto novo e diferente a quem a usa. Até hoje, o Carnaval guarda dupla distinção: enquanto nas ruas existe uma versão mais popular, eventos mais ‘chiques’ ocorrem em espaços elegantes, como hotéis.

As roupas carnavalescas, assim como as máscaras, também surgiram na Idade Média. E a Itália (especialmente em Veneza) teve um papel fundamental. Muitas das fantasias típicas, casos de Pierrô, Colombina e Arlequim, correspondem ao teatro popular italiano.

No Brasil, a festa começou na noite de sexta-feira (21) e segue até terça-feira, este sendo o dia oficial da Folia. Desfiles de escolas de samba, bailes e blocos de rua fazem parte da agenda, também aberta para as crianças.

Item pode ser utilizado para várias atividades 

A utilização de máscaras não é uma exclusividade do Carnaval. Esse tipo de acessório também aparece no cotidiano de diversos serviços, além de ter muita força no universo das HQs e ir além de ser chamativo e divertido durante a Folia.

Há muitas profissões que utilizam o item. Os médicos, por exemplo, fazem uso regular das chamadas máscaras cirúrgicas, essenciais para protegê-los durante exames e operações e que também barram possíveis transmissões entre pacientes. Também é possível lembrar as usadas por quem lida com gazes venenosos, as de mergulho, a de soldador, entre outras. 

Nas histórias em quadrinhos, é comum que super-heróis e vilões utilizem o item para que suas verdadeiras identidades não sejam reveladas para o público. O costume sempre é levado para adaptações desses contos, seja em desenhos, seriados ou filmes.

Mesmo na Veneza medieval, as máscaras não eram utilizadas apenas nos dias de festa. A principal razão dos apetrechos da fantasia de Carnaval era transformar as pessoas em alguém diferente, um resquício dos antigos rituais místicos. Hoje em dia, essa ideia está ligada à questão de diversão, alegria e até crítica.

Consultoria de Aristides Corrêa Dutra, professor de história da arte e de ilustração da moda na Universidade Veiga de Almeida, do Rio de Janeiro.

AGENDA DE CARNAVAL INFANTIL

BAILINHOS EM SÃO CAETANO – Banda comanda a trilha sonora para agitar as famílias. Na praça de eventos do centro de compras, das 12h às 18h, crianças podem customizar abadás. Parque Espaço Cerâmica Tom Jobim – ao lado do ParkShopping São Caetano (Alameda Terracota, 545. Tel.: 4003-4174). Hoje a terça-feira, às 13h, 15h e 17h. Até dia 25.

FOLIAS E ADEREÇOS – Em ateliê especial, pequenos participantes aprendem a montar suas próprias máscaras inspiradas nos animais. Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Símonsen, 566, São Caetano. Tel.: 4232-5165). Hoje a terça-feira, das 14h às 17h. Grátis. Até dia 25.

CARNAVAL NO GOLDEN – Os corredores do centro de compras estão tomados por bailinhos temáticos com bandinha e minitrio elétrico. Golden Square Shopping (Avenida Kennedy, 700, São Bernardo. Tel.: 3135-4000). Hoje e amanhã, às 15h30 e às 17h20. Grátis.

MATINÊS DE CARNAVAL – As festas no período da tarde contam com concurso de fantasias, trilha sonora comandada por DJs e brinquedos com monitores (preços à parte). Clube Atlético Aramaçan (Rua São Pedro, 345, Santo André. Tel.: 4972-8200) Hoje a terça-feira, às 14h. Ingressos: R$ 5 (crianças até 12 anos) e R$ 20. 

CARNAVAL TURBILHÃO! – Acompanhado de banda, o cantor Maurício Pereira explora repertório dos bailes carnavalescos e clássicos da Folia. Itaú Cultural (Avenida Paulista, 149, São Paulo. Tel.: 2168-1776). Hoje, às 17h. Grátis.

TUCANTACONTO DE CARNAVAL – Trio de músicos brincantes, com seus instrumentos, apresenta tradicionais marchinhas do universo carnavalesco para comandar a festa. Museu do Futebol (Praça Charles Miller, São Paulo. Tel.: 3664-3848). Terça-feira, às 11h e às 14h. Grátis.

BAILINHOS DE CARNAVAL – Espaço especial na praça de alimentação do centro de compras andreense está montado para receber pequenos foliões prontos para se divertir. Atrium Shopping (Rua Giovanni Battista Pirelli, 155, Santo André. Tel.: 3135-4500). Terça-feira, às 15h30. Grátis. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;