Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Cientista brasileiro registra alta
e inesperada temperatura na Antártica

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luís Felipe Soares

22/02/2020 | 23:58


As temperaturas mundiais continuam subindo e os resultados da crise climática vivida pela Terra não param de surgir. O mais recente caso sobre o tema movimentou a Antártica, que está cada vez mais quente. No início de fevereiro, no dia 9, o continente gelado registrou nos termômetros 20ºC pela primeira vez na história.

A marcação, ocorrida na região do arquipélago de James Ross, foi realizada pelo cientista brasileiro Carlos Schaefer, um dos participantes das ações do projeto Terrantar, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, montado para estudar solo permanentemente congelado. Em entrevista para o jornal britânico The Guardian, ele comentou que a equipe nunca tinha visto algo parecido ao longo de seu trabalho pelo planeta.

Apesar do número obtido por Schaefer, o registro ainda precisa ser confirmado oficialmente pela Organização Meteorológica Mundial. Atualmente, o recorde de clima mais quente é de 17,5°C, estabelecido em 2015.

Responsáveis pela entidade analisam o caso, mas se disseram surpresos pela alta temperatura no local, que não ocorre nem mesmo durante o verão. A organização já havia alertado que o aumento da temperatura na Antártica tem acelerado o derretimento das camadas de gelo, o que aumenta o nível do mar mundialmente. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;