Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Demora na reabertura do Hospital Anchieta preocupa comerciantes

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Obra, cuja entrega foi prometida para 2019 pela Prefeitura de S.Bernardo, reduziu movimento


Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

21/02/2020 | 00:35


A demora na conclusão das obras do Hospital Anchieta, no Centro de São Bernardo, preocupa comerciantes do entorno. Isso porque, durante o período da reforma, o atendimento no equipamento foi reduzido – os procedimentos foram transferidos para o HC (Hospital de Clínicas) da mesma cidade – e prejudicou a procura pelos estabelecimentos, sobretudo estacionamentos. Inicialmente, a administração municipal tinha previsão de reabertura em 2019.

“A obra e, principalmente, o atraso prejudicam muito porque quebraram nossa renda em 90%, não conseguimos manter igual antes”, afirmou Danilo Nascimento, 27 anos, gerente de estacionamento na Rua Napoleão Laureano, via na parte de trás da entrada principal do hospital. “Cheguei a ligar na Prefeitura e disseram que, em 30 dias, me informariam a previsão de término, mas deu (o período de espera solicitado) e ninguém disse nada, é um descaso”, adicionou.

Proprietária de outro estacionamento na mesma rua, Ana Cristina Dias da Silva, 45, destacou que a reabertura do equipamento é urgente. “(O movimento) Caiu quase 100%, é um caso de vida ou morte”, assinalou. Segundo ela, há boatos de que a conclusão e entrega ocorram logo após o Carnaval, mas não há essa certeza. “Esperamos que a inauguração melhore bastante a situação.”

Comerciante que atua na Rua Silva Jardim, em frente ao Hospital Anchieta, e não se identificou, salientou que o movimento caiu significativamente, ainda que não estime percentuais. “Parece que vai reinaugurar logo, dizem que já nas próximas semanas, e realmente estamos torcendo por isso”, disse.

A modernização do equipamento de saúde foi anunciada em 2017 pela gestão Orlando Morando (PSDB). Objetivo é que seja transformado em unidade hospitalar de câncer e de clínica médica. Até então, era dedicada aos cuidados a pacientes cirúrgicos e internações clínicas, com cerca de 5.000 atendimentos mensais.

Para receber equipamentos de radioterapia, encaminhados pelo Ministério da Saúde, que investiu R$ 10 milhões no projeto, a reforma inclui a construção de um bunker para recebê-los.

A Prefeitura de São Bernardo garantiu, em nota, que as obras de instalação do equipamento de radioterapia estão “próximas de serem concluídas” e que o cronograma é definido pelo Ministério da Saúde. Entretanto, à época do anúncio, Morando frisou que a previsão para conclusão era em dezembro de 2019. O comunicado informou que, atualmente, o hospital faz cerca de 700 atendimentos ambulatoriais por mês, equivalentes a 14% da média antes das intervenções.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Demora na reabertura do Hospital Anchieta preocupa comerciantes

Obra, cuja entrega foi prometida para 2019 pela Prefeitura de S.Bernardo, reduziu movimento

Flavia Kurotori
Do Diário do Grande ABC

21/02/2020 | 00:35


A demora na conclusão das obras do Hospital Anchieta, no Centro de São Bernardo, preocupa comerciantes do entorno. Isso porque, durante o período da reforma, o atendimento no equipamento foi reduzido – os procedimentos foram transferidos para o HC (Hospital de Clínicas) da mesma cidade – e prejudicou a procura pelos estabelecimentos, sobretudo estacionamentos. Inicialmente, a administração municipal tinha previsão de reabertura em 2019.

“A obra e, principalmente, o atraso prejudicam muito porque quebraram nossa renda em 90%, não conseguimos manter igual antes”, afirmou Danilo Nascimento, 27 anos, gerente de estacionamento na Rua Napoleão Laureano, via na parte de trás da entrada principal do hospital. “Cheguei a ligar na Prefeitura e disseram que, em 30 dias, me informariam a previsão de término, mas deu (o período de espera solicitado) e ninguém disse nada, é um descaso”, adicionou.

Proprietária de outro estacionamento na mesma rua, Ana Cristina Dias da Silva, 45, destacou que a reabertura do equipamento é urgente. “(O movimento) Caiu quase 100%, é um caso de vida ou morte”, assinalou. Segundo ela, há boatos de que a conclusão e entrega ocorram logo após o Carnaval, mas não há essa certeza. “Esperamos que a inauguração melhore bastante a situação.”

Comerciante que atua na Rua Silva Jardim, em frente ao Hospital Anchieta, e não se identificou, salientou que o movimento caiu significativamente, ainda que não estime percentuais. “Parece que vai reinaugurar logo, dizem que já nas próximas semanas, e realmente estamos torcendo por isso”, disse.

A modernização do equipamento de saúde foi anunciada em 2017 pela gestão Orlando Morando (PSDB). Objetivo é que seja transformado em unidade hospitalar de câncer e de clínica médica. Até então, era dedicada aos cuidados a pacientes cirúrgicos e internações clínicas, com cerca de 5.000 atendimentos mensais.

Para receber equipamentos de radioterapia, encaminhados pelo Ministério da Saúde, que investiu R$ 10 milhões no projeto, a reforma inclui a construção de um bunker para recebê-los.

A Prefeitura de São Bernardo garantiu, em nota, que as obras de instalação do equipamento de radioterapia estão “próximas de serem concluídas” e que o cronograma é definido pelo Ministério da Saúde. Entretanto, à época do anúncio, Morando frisou que a previsão para conclusão era em dezembro de 2019. O comunicado informou que, atualmente, o hospital faz cerca de 700 atendimentos ambulatoriais por mês, equivalentes a 14% da média antes das intervenções.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;