Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após 3h49 de jogo, Thiago Wild derrota Alejandro Davidovich Fokina no Rio Open



18/02/2020 | 00:06


O brasileiro Thiago Wild precisou de 3h49 para derrotar o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/3) e 7/5, nesta segunda-feira à noite, na primeira rodada do Rio Open.

Em um jogo tremendamente disputado dentro de quadra, o clima ficou quente fora dela com o jogador europeu discutindo muito com o juiz. A participação intensa do público tornou o ambiente muito parecido com a de uma Copa Davis.

O momento de destaque da partida aconteceu no segundo set, quando Wild vencia por 5 a 4, mas teve o saque quebrado. Fokina (90.º do ranking mundial) aproveitou para fazer 6 a 5 e teve três match points, que foram salvos pelo brasileiro.

No tie-break, quando Wild vencia por 6 a 2, o espanhol se irritou com a torcida, que festejou um erro seu no saque. Fokina discutiu com os torcedores, com o árbitro e sacou por baixo, conseguindo o ponto.

Wild também reclamou e os dois discutiram muito na rede e precisaram ser separados pelo juiz. O ponto foi mantido e Wild sacou para fazer 7 a 3, ganhar o tie-break e fazer 1 a 1 no placar.

O terceiro set também teve emoção. Wild fez 3 a 0, mas levou a virada. O brasileiro devolveu a quebra no saque e os dois confirmaram seus games até 6 a 5, quando o jogador nacional conseguiu mais uma quebra para fechar a partida em 7/5, garantindo sua primeira vitória em um torneio de ATP 500.

Na segunda rodada do Rio Open, Thiago Wild terá pela frente o vencedor do duelo desta terça-feira entre o croata Borna Coric (32.º do mundo) e o argentino Juan Ignacio Londero (61.º).

Com a vitória desta segunda-feira, Wild deve saltar do 206.º para o 178º lugar no ranking mundial, sua melhor colocação na carreira.

Outros resultados desta segunda-feira: o argentino Federico Coria bateu o francês

Corentin Moutet por 2 a 1 (1/6, 7/6 e 7/6); o espanhol Martinez Portero superou o boliviano Hugo Dellien também por 2 a 1 (3/6, 6/2 e 7/5); o argentino Federico Del Bonis eliminou o espanhol Roberto Baena (6/2 e 6/4); e o chileno Cristian Garín ganhou do eslovaco Andrej Martin por 2 a 1 (4/6, 7/5 e 7/6).

Nesta terça-feira, o austríaco Dominic Thiem, número quatro do mundo, fará sua estreia no torneio, diante do brasileiro Felipe Meligeni, 318 do ranking mundial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após 3h49 de jogo, Thiago Wild derrota Alejandro Davidovich Fokina no Rio Open


18/02/2020 | 00:06


O brasileiro Thiago Wild precisou de 3h49 para derrotar o espanhol Alejandro Davidovich Fokina, por 2 sets a 1, com parciais de 5/7, 7/6 (7/3) e 7/5, nesta segunda-feira à noite, na primeira rodada do Rio Open.

Em um jogo tremendamente disputado dentro de quadra, o clima ficou quente fora dela com o jogador europeu discutindo muito com o juiz. A participação intensa do público tornou o ambiente muito parecido com a de uma Copa Davis.

O momento de destaque da partida aconteceu no segundo set, quando Wild vencia por 5 a 4, mas teve o saque quebrado. Fokina (90.º do ranking mundial) aproveitou para fazer 6 a 5 e teve três match points, que foram salvos pelo brasileiro.

No tie-break, quando Wild vencia por 6 a 2, o espanhol se irritou com a torcida, que festejou um erro seu no saque. Fokina discutiu com os torcedores, com o árbitro e sacou por baixo, conseguindo o ponto.

Wild também reclamou e os dois discutiram muito na rede e precisaram ser separados pelo juiz. O ponto foi mantido e Wild sacou para fazer 7 a 3, ganhar o tie-break e fazer 1 a 1 no placar.

O terceiro set também teve emoção. Wild fez 3 a 0, mas levou a virada. O brasileiro devolveu a quebra no saque e os dois confirmaram seus games até 6 a 5, quando o jogador nacional conseguiu mais uma quebra para fechar a partida em 7/5, garantindo sua primeira vitória em um torneio de ATP 500.

Na segunda rodada do Rio Open, Thiago Wild terá pela frente o vencedor do duelo desta terça-feira entre o croata Borna Coric (32.º do mundo) e o argentino Juan Ignacio Londero (61.º).

Com a vitória desta segunda-feira, Wild deve saltar do 206.º para o 178º lugar no ranking mundial, sua melhor colocação na carreira.

Outros resultados desta segunda-feira: o argentino Federico Coria bateu o francês

Corentin Moutet por 2 a 1 (1/6, 7/6 e 7/6); o espanhol Martinez Portero superou o boliviano Hugo Dellien também por 2 a 1 (3/6, 6/2 e 7/5); o argentino Federico Del Bonis eliminou o espanhol Roberto Baena (6/2 e 6/4); e o chileno Cristian Garín ganhou do eslovaco Andrej Martin por 2 a 1 (4/6, 7/5 e 7/6).

Nesta terça-feira, o austríaco Dominic Thiem, número quatro do mundo, fará sua estreia no torneio, diante do brasileiro Felipe Meligeni, 318 do ranking mundial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;