Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alcolumbre se defende de agressões virtuais por montagem em vídeo de carnaval



17/02/2020 | 20:34


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi ao Facebook se defender de ataques virtuais que tem sofrido virtualmente por vídeo divulgado por ele próprio nas redes sociais. Segundo Alcolumbre, o vídeo "está sendo editado e espalhado pelas redes sociais, de forma criminosa, com mensagens machistas, homofóbicas e antissemitas".

No vídeo, publicado pelo senador no último sábado, 15, o parlamentar aparece sobre dançando sobre uma calçada durante um desfile de carnaval. Atrás dele, o pai do senador, Samuel José Tobelem, que interage com o filho durante a música. Segundo Alcolumbre, se trata de "uma lembrança especial do carnaval amapaense do ano passado, ao lado do meu pai, Samuca, meu amor de todos os carnavais".

O senador rechaçou os ataques que vem sofrendo por causa do vídeo. "Todos os dias, em algum lugar, alguém é ofendido gratuita e injustificadamente nas redes sociais. Definitivamente, o mundo não precisa disso", escreveu o político.

Alcolumbre aproveitou para dizer que o Congresso trabalhará para preservar a liberdade de expressão ao mesmo tempo que buscará "caminhos para a criminalização de atos de ódio e intolerância".

"Como figura pública procuro não me abater diante de ofensas e divergências, mas hoje me senti na obrigação de filho em defender meu pai", tuitou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alcolumbre se defende de agressões virtuais por montagem em vídeo de carnaval


17/02/2020 | 20:34


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi ao Facebook se defender de ataques virtuais que tem sofrido virtualmente por vídeo divulgado por ele próprio nas redes sociais. Segundo Alcolumbre, o vídeo "está sendo editado e espalhado pelas redes sociais, de forma criminosa, com mensagens machistas, homofóbicas e antissemitas".

No vídeo, publicado pelo senador no último sábado, 15, o parlamentar aparece sobre dançando sobre uma calçada durante um desfile de carnaval. Atrás dele, o pai do senador, Samuel José Tobelem, que interage com o filho durante a música. Segundo Alcolumbre, se trata de "uma lembrança especial do carnaval amapaense do ano passado, ao lado do meu pai, Samuca, meu amor de todos os carnavais".

O senador rechaçou os ataques que vem sofrendo por causa do vídeo. "Todos os dias, em algum lugar, alguém é ofendido gratuita e injustificadamente nas redes sociais. Definitivamente, o mundo não precisa disso", escreveu o político.

Alcolumbre aproveitou para dizer que o Congresso trabalhará para preservar a liberdade de expressão ao mesmo tempo que buscará "caminhos para a criminalização de atos de ódio e intolerância".

"Como figura pública procuro não me abater diante de ofensas e divergências, mas hoje me senti na obrigação de filho em defender meu pai", tuitou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;