Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Petrobras suspende férias de março de alguns funcionários para enfrentar greve

Tania Regô/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


17/02/2020 | 14:22


A direção da Petrobras vai suspender as férias de alguns funcionários de áreas operacionais para fazer frente à greve dos petroleiros, que nesta segunda-feira (17)  completa 17 dias. A medida afeta empregados com férias marcadas para a primeira quinzena de março que atuam na exploração e produção de petróleo e gás natural, em refinarias, unidades de tratamento de gás, termelétricas e no administrativo de apoio a essas atividades.

Em texto divulgado aos funcionários na rede interna de comunicação, a direção informa que "avaliará as posições críticas em que a suspensão se faz necessária e comunicará a cada empregado". E atribui a responsabilidade da suspensão aos sindicatos que lideram a paralisação.

"A Petrobras não tem medido esforços para assegurar a normalidade de suas operações e manter o abastecimento de produtos combustíveis e geração de energia", traz o comunicado.

A greve é liderada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), que protesta, principalmente, contra a demissão de pelo menos 396 empregados da Araucária Nitrogenados (Ansa), no Paraná. A entidade sindical alega também que a direção da estatal não cumpriu alguns pontos do acordo coletivo.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST), em linha com reivindicação da empresa, exigiu dos manifestantes a manutenção de 90% do efetivo para garantir o suprimento e a segurança das operações.

Em sua página na internet, a FUP informa que já foram mobilizados "cerca de 64% de todos os petroleiros de áreas operacionais da Petrobras e subsidiárias, em 13 Estados do País".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Petrobras suspende férias de março de alguns funcionários para enfrentar greve


17/02/2020 | 14:22


A direção da Petrobras vai suspender as férias de alguns funcionários de áreas operacionais para fazer frente à greve dos petroleiros, que nesta segunda-feira (17)  completa 17 dias. A medida afeta empregados com férias marcadas para a primeira quinzena de março que atuam na exploração e produção de petróleo e gás natural, em refinarias, unidades de tratamento de gás, termelétricas e no administrativo de apoio a essas atividades.

Em texto divulgado aos funcionários na rede interna de comunicação, a direção informa que "avaliará as posições críticas em que a suspensão se faz necessária e comunicará a cada empregado". E atribui a responsabilidade da suspensão aos sindicatos que lideram a paralisação.

"A Petrobras não tem medido esforços para assegurar a normalidade de suas operações e manter o abastecimento de produtos combustíveis e geração de energia", traz o comunicado.

A greve é liderada pela Federação Única dos Petroleiros (FUP), que protesta, principalmente, contra a demissão de pelo menos 396 empregados da Araucária Nitrogenados (Ansa), no Paraná. A entidade sindical alega também que a direção da estatal não cumpriu alguns pontos do acordo coletivo.

O Tribunal Superior do Trabalho (TST), em linha com reivindicação da empresa, exigiu dos manifestantes a manutenção de 90% do efetivo para garantir o suprimento e a segurança das operações.

Em sua página na internet, a FUP informa que já foram mobilizados "cerca de 64% de todos os petroleiros de áreas operacionais da Petrobras e subsidiárias, em 13 Estados do País".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;