Fechar
Publicidade

Sábado, 29 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Onix Plus, mas pode chamar de miniCruze

 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sedã compacto da Chevrolet supera problemas e se consolida no mercado nacional


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

13/02/2020 | 23:59


O Onix Plus chegou ao mercado brasileiro com uma missão: substituir o queridinho Prisma, descontinuado pela Chevrolet. Entretanto, com poucos dias de vida teve de superar um problema: duas unidades pegaram fogo em razão do escorrimento do óleo para fora do bloco do motor. A montadora logo resolveu a situação, que acabou não tendo grandes reflexos no mercado. Prova disso é que mesmo tendo sido lançado em setembro, o sedã teve tanto sucesso que terminou 2019 como 30º carro mais vendido do ano, com 26.852 emplacamentos, segundo dados da Fenabrave.


Não é exagero chamar o Onix Plus de miniCruze. Isso porque o carro traz elelgância aliada ao bom desempenho – claro que, devidas as proporções. O modelo topo de linha, denomiado Premier (com três versões, a partir de R$ 75.090), apresenta tecnologia de sobra, com direito a wi-fi (em parceria com a Claro, o carro disponibiliza acesso à internet, servindo como roteador móvel por até 15 metros), auxílio de estacionamento, câmera de ré, alerta de ponto cego, ar-condicionado digital, carregador wireless para smartphones, duas entradas USB para os passageiros do banco traseiro, serviço OnStar, sistema MyLink (pareável ao Apple CarPlay e Android Auto, acessível pela tela touchscreen de 8 polegadas) e mais.


Equipado com câmbio automático de seis velocidades, a estimativa de consumo na estrada é de 15,7 km/l na gasolina e 10,9 km/l no etanol, enquanto na cidade é de 12 km/l e 8,6 km/l, respectivamente.


O espaço interno é admirável, tanto para motorista e “navegador” quanto aos passageiros que vão atrás. Já o porta-malas de 469 litros não é o maior entre os concorrentes (aliás, fica atrás de Logan, Virtus, Cronos, Etios e City), mas se apresenta de maneira satisfatória. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Onix Plus, mas pode chamar de miniCruze

Sedã compacto da Chevrolet supera problemas e se consolida no mercado nacional

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

13/02/2020 | 23:59


O Onix Plus chegou ao mercado brasileiro com uma missão: substituir o queridinho Prisma, descontinuado pela Chevrolet. Entretanto, com poucos dias de vida teve de superar um problema: duas unidades pegaram fogo em razão do escorrimento do óleo para fora do bloco do motor. A montadora logo resolveu a situação, que acabou não tendo grandes reflexos no mercado. Prova disso é que mesmo tendo sido lançado em setembro, o sedã teve tanto sucesso que terminou 2019 como 30º carro mais vendido do ano, com 26.852 emplacamentos, segundo dados da Fenabrave.


Não é exagero chamar o Onix Plus de miniCruze. Isso porque o carro traz elelgância aliada ao bom desempenho – claro que, devidas as proporções. O modelo topo de linha, denomiado Premier (com três versões, a partir de R$ 75.090), apresenta tecnologia de sobra, com direito a wi-fi (em parceria com a Claro, o carro disponibiliza acesso à internet, servindo como roteador móvel por até 15 metros), auxílio de estacionamento, câmera de ré, alerta de ponto cego, ar-condicionado digital, carregador wireless para smartphones, duas entradas USB para os passageiros do banco traseiro, serviço OnStar, sistema MyLink (pareável ao Apple CarPlay e Android Auto, acessível pela tela touchscreen de 8 polegadas) e mais.


Equipado com câmbio automático de seis velocidades, a estimativa de consumo na estrada é de 15,7 km/l na gasolina e 10,9 km/l no etanol, enquanto na cidade é de 12 km/l e 8,6 km/l, respectivamente.


O espaço interno é admirável, tanto para motorista e “navegador” quanto aos passageiros que vão atrás. Já o porta-malas de 469 litros não é o maior entre os concorrentes (aliás, fica atrás de Logan, Virtus, Cronos, Etios e City), mas se apresenta de maneira satisfatória. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;