Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Me dá um abraço aqui

Uma imagem vale mais do que 1.000 palavras.


Do Diário do Grande ABC

28/05/2011 | 00:00


Uma imagem vale mais do que 1.000 palavras. A manjada expressão cai como uma luva para a situação vivenciada ontem por políticos da região. Como era de se esperar, o evento com a presença da ministra do Planejamento, Miriam Belchior (PT), na sede do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, transformou-se praticamente em uma atividade petista. Eram poucos os políticos de outra legenda no ato. Um deles era justamente o prefeito da cidade anfitriã, Aidan Ravin (PTB). Calejado com a quantidade de críticas da bancada petista no Legislativo, e que, mesmo sem muita consistência nos discursos acabam dando alguma dor de cabeça, o prefeito saiu tanquilamente do que poderia ser uma enorme saia justa. Ao avistar toda a bancada do PT reunida, foi até os parlamentares e fez questão de posar ao lado dos adversários, no melhor estilo política da boa vizinhança. Sem graça, os vereadores não tiveram outra alternativa a não ser dar aquele sorriso amarelo. Pelo menos esse registro não irá para a campanha eleitoral de ninguém no ano que vem...

Bastidores

O momento é outro

Sem o menor impacto, o PDT de Santo André anunciou ontem a formação da chapa para a eleição municipal no ano que vem: Raimundo Salles a prefeito e o deputado estadual José Bittencourt como vice. Além de o cenário ser completamente diferente ao de 2008, quando Salles realmente surpreendeu e quase tirou Aidan Ravin (PTB) do segundo turno, agora o ex-democrata sua a camisa para conseguir visibilidade. E para isso juntou-se a um parlamentar que, apesar de reeleito, tem pouca representatividade no município. Isso sem contar o fato de que já definir chapa pura pode afugentar aliados...

De um lado para outro

E por falar em candidaturas que saem da largada com patamares pouco elevados, em Mauá o PSDB - que não tem lá muita tradição em conquista do Executivo municipal - decidiu que lançará no ano que vem para a sucessão de Oswaldo Dias (PT) o vereador Edmar da Reciclagem. Vale lembrar que no começo do mandato do petista o tucano fazia parte da bancada de sustentação. E o então prefeiturável do PSDB - hoje de volta ao PR - Diniz (atual superintendente do Sama) decidiu apoiar Oswaldo poucos dias após o primeiro turno da eleição de 2008, quando ficou em terceiro lugar. A pergunta que fica é: como fica o PSDB se não estiver em um eventual segundo turno?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;