Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Quem está na lama...

O vereador de Mauá Professor Betinho (PSDC) vive dilema. Ele é autor do projeto de lei que institui a Ficha


Do Diário do Grande ABC

04/05/2012 | 00:00


O vereador de Mauá Professor Betinho (PSDC) vive dilema. Ele é autor do projeto de lei que institui a Ficha Limpa Municipal. Mas, para conseguir a reeleição na Câmara, tem de se coligar com algum outro partido, pois a sua sigla está em baixa e ele corre o risco de não obter o quociente eleitoral. Uma das saídas ventiladas nos bastidores é parceria com o PR, do ex-superintendente da Sama, Diniz Lopes. O republicano teve as contas rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) de 2004, quando era presidente da Câmara. Assim, pode ser enquadrado como ficha-suja e não concorrer ao Legislativo, como deseja - mas ainda poderá procurar a Justiça Eleitoral para viabilizar a candidatura. Assim, Betinho, que quer a Ficha Limpa, pode ser salvo por um ficha-suja. O democrata-cristão nega qualquer contato com Diniz. Mas no Parlamento de Mauá não se fala em outro assunto. A primeira opção do vereador era coligação com o PT. Porém, em recente encontro de delegados, os petistas definiram que estarão com PSB e PRB na corrida proporcional. O fato é que Betinho está ficando num beco sem saída. Se mantiver a coerência, ele se afunda. Se não, pode se salvar. E agora, professor?

Piorou

O prefeito de Diadema, Mário Reali (PT), tem feito caminhadas pela cidade depois do expediente com a bancada do PT. Ele tem feito prestações de contas informais. Mas nessas atividades não tem chamado a vereadora de seu partido Irene dos Santos. Ela, que mesmo petista é uma das principais opositoras ao governo Reali, tem demonstrado ainda mais insatisfação com a situação.

Ação e reação

O Psol de Santo André entrou ontem, na CPI, com pedido de afastamento dos envolvidos no suposto esquema de venda de licenças ambientais do Semasa. O partido solicita a exoneração do superintendente, Ângelo Pavin (PMDB), a convocação do prefeito Aidan Ravin (PTB) e auditoria nas contas da autarquia. Alguém acha que a comissão, comandada por governistas, vai atender?

Enquanto isso...

O PSD deixa o PMDB para se unir ao PT em Ribeirão Pires. O pré-candidato peemedebista ao Paço, Saulo Benevides, principal prejudicado com a situação, parece que não está nem aí. Ele está na Bahia e aparece em foto divulgada no Facebook visitando uma tradicional fábrica de chocolate em Ilhéus. Olha a bola nas costas, vereador!!!



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Quem está na lama...

O vereador de Mauá Professor Betinho (PSDC) vive dilema. Ele é autor do projeto de lei que institui a Ficha

Do Diário do Grande ABC

04/05/2012 | 00:00


O vereador de Mauá Professor Betinho (PSDC) vive dilema. Ele é autor do projeto de lei que institui a Ficha Limpa Municipal. Mas, para conseguir a reeleição na Câmara, tem de se coligar com algum outro partido, pois a sua sigla está em baixa e ele corre o risco de não obter o quociente eleitoral. Uma das saídas ventiladas nos bastidores é parceria com o PR, do ex-superintendente da Sama, Diniz Lopes. O republicano teve as contas rejeitadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) de 2004, quando era presidente da Câmara. Assim, pode ser enquadrado como ficha-suja e não concorrer ao Legislativo, como deseja - mas ainda poderá procurar a Justiça Eleitoral para viabilizar a candidatura. Assim, Betinho, que quer a Ficha Limpa, pode ser salvo por um ficha-suja. O democrata-cristão nega qualquer contato com Diniz. Mas no Parlamento de Mauá não se fala em outro assunto. A primeira opção do vereador era coligação com o PT. Porém, em recente encontro de delegados, os petistas definiram que estarão com PSB e PRB na corrida proporcional. O fato é que Betinho está ficando num beco sem saída. Se mantiver a coerência, ele se afunda. Se não, pode se salvar. E agora, professor?

Piorou

O prefeito de Diadema, Mário Reali (PT), tem feito caminhadas pela cidade depois do expediente com a bancada do PT. Ele tem feito prestações de contas informais. Mas nessas atividades não tem chamado a vereadora de seu partido Irene dos Santos. Ela, que mesmo petista é uma das principais opositoras ao governo Reali, tem demonstrado ainda mais insatisfação com a situação.

Ação e reação

O Psol de Santo André entrou ontem, na CPI, com pedido de afastamento dos envolvidos no suposto esquema de venda de licenças ambientais do Semasa. O partido solicita a exoneração do superintendente, Ângelo Pavin (PMDB), a convocação do prefeito Aidan Ravin (PTB) e auditoria nas contas da autarquia. Alguém acha que a comissão, comandada por governistas, vai atender?

Enquanto isso...

O PSD deixa o PMDB para se unir ao PT em Ribeirão Pires. O pré-candidato peemedebista ao Paço, Saulo Benevides, principal prejudicado com a situação, parece que não está nem aí. Ele está na Bahia e aparece em foto divulgada no Facebook visitando uma tradicional fábrica de chocolate em Ilhéus. Olha a bola nas costas, vereador!!!

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;