Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Casamento vodu é oficializado no Haiti


Da AFP

03/05/2003 | 16:41


Um casamento celebrado no último dia 15 de março em um templo vodu de Porto Príncipe foi oficializado pela primeira vez na História, anunciou esta semana o jornal Le Nouvelliste.

Em um artigo, o jornal destaca que um casamento celebrado num templo vodu registrado no Ministério de Cultos tem agora o mesmo valor de uma união cristã. Esta oficialização "é criticada por várias igrejas protestantes, padres católicos e membros de diferentes seitas", diz a publicação.

Um decreto presidencial de 4 de abril estipula que, "à espera de uma lei referente ao status jurídico do vodu, o Estado haitiano o reconhece como religião".

Proibido desde a época da colonização francesa e da escravidão, onde era considerado um invento para resistir aos colonos, o vodu, culto que combina elementos de possessão e magia com influências cristãs, luta desde a independência de 1804 contra a hostilidade das igrejas católica e protestante.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Casamento vodu é oficializado no Haiti

Da AFP

03/05/2003 | 16:41


Um casamento celebrado no último dia 15 de março em um templo vodu de Porto Príncipe foi oficializado pela primeira vez na História, anunciou esta semana o jornal Le Nouvelliste.

Em um artigo, o jornal destaca que um casamento celebrado num templo vodu registrado no Ministério de Cultos tem agora o mesmo valor de uma união cristã. Esta oficialização "é criticada por várias igrejas protestantes, padres católicos e membros de diferentes seitas", diz a publicação.

Um decreto presidencial de 4 de abril estipula que, "à espera de uma lei referente ao status jurídico do vodu, o Estado haitiano o reconhece como religião".

Proibido desde a época da colonização francesa e da escravidão, onde era considerado um invento para resistir aos colonos, o vodu, culto que combina elementos de possessão e magia com influências cristãs, luta desde a independência de 1804 contra a hostilidade das igrejas católica e protestante.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;