Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Produção de gasolina fica estável em 2019, diz ANP; diesel, QAV e GLP têm queda



29/01/2020 | 11:36


A produção de gasolina no ano passado ficou praticamente estável em relação a 2018, enquanto diesel, querosene de aviação (QAV) e GLP (gás de cozinha) registraram queda na produção em relação ao ano anterior, refletindo a fraqueza da economia, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Segundo a ANP, foram produzidos 23,8 milhões de m³ de gasolina em 2019, 0,7% acima da produção de 2018. O óleo diesel, combustível mais vendido no País, teve queda de 2,3%, para 40,9 milhões de m³.

Em 2014, recorde da série histórica, a produção de diesel foi de 49,5 milhões de m³. Já o QAV teve a maior queda, de 4,8%, para 6 milhões de m³ em 2019.

A produção de Gás Natural Liquefeito (GLP) caiu para 7,2 milhões de Em 2014, a produção de diesel foi de 49,5 milhões de m³ contra 7,4 milhões de m³ no ano anterior, recuo de 2,1%.

No total, a produção nas refinarias brasileiras subiu 1%, para 104,2 milhões de m³, contra 104, 1 milhões em 2018, bem aquém do recorde da série histórica da ANP registrado em 2014, de 126,4 milhões de m³.

Ainda com volume muito baixo para influenciar no mercado, as refinarias privadas Riograndense (gasolina e diesel), Manguinhos (gasolina) e Dax Oil (solventes, gasolina, diesel) registraram alta de produção no ano passado, de 7,3%, 9% e 21,6%, respectivamente. Juntas, a produção dessas refinarias somam cerca de 1,5 milhão de m³ de derivados de petróleo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Produção de gasolina fica estável em 2019, diz ANP; diesel, QAV e GLP têm queda


29/01/2020 | 11:36


A produção de gasolina no ano passado ficou praticamente estável em relação a 2018, enquanto diesel, querosene de aviação (QAV) e GLP (gás de cozinha) registraram queda na produção em relação ao ano anterior, refletindo a fraqueza da economia, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Segundo a ANP, foram produzidos 23,8 milhões de m³ de gasolina em 2019, 0,7% acima da produção de 2018. O óleo diesel, combustível mais vendido no País, teve queda de 2,3%, para 40,9 milhões de m³.

Em 2014, recorde da série histórica, a produção de diesel foi de 49,5 milhões de m³. Já o QAV teve a maior queda, de 4,8%, para 6 milhões de m³ em 2019.

A produção de Gás Natural Liquefeito (GLP) caiu para 7,2 milhões de Em 2014, a produção de diesel foi de 49,5 milhões de m³ contra 7,4 milhões de m³ no ano anterior, recuo de 2,1%.

No total, a produção nas refinarias brasileiras subiu 1%, para 104,2 milhões de m³, contra 104, 1 milhões em 2018, bem aquém do recorde da série histórica da ANP registrado em 2014, de 126,4 milhões de m³.

Ainda com volume muito baixo para influenciar no mercado, as refinarias privadas Riograndense (gasolina e diesel), Manguinhos (gasolina) e Dax Oil (solventes, gasolina, diesel) registraram alta de produção no ano passado, de 7,3%, 9% e 21,6%, respectivamente. Juntas, a produção dessas refinarias somam cerca de 1,5 milhão de m³ de derivados de petróleo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;