Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Grupo Clube da Esquina é tema de série

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Canal Brasil estreia obra que mostra trabalho de músicos em Minas Gerais nos anos 1970


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

28/01/2020 | 22:40


Uma viagem ao universo mineiro e musical dos anos 1970 com Milton Nascimento e sua trupe. É o que promove, com vista privilegiada para as montanhas, a série Milton e o Clube da Esquina, que toma conta da grade do Canal Brasil sexta-feira, a partir das 22h30. Após a exibição na televisão, todos os episódios estarão disponíveis no Canal Brasil Play também para não assinantes.

Com direção assinada por Vitor Mafra, a obra mostra, ao longo de seis episódios, reencontro de Lô Borges, Márcio Borges, Ronaldo Bastos e Milton, além de outros convidados. Os artistas aproveitam para contar histórias da época em que as canções do lendário álbum Clube da Esquina foram gravadas.
Produtor do projeto, Fabiano Gullane diz que a série busca trazer para “o público brasileiro e mundial um pouco do talento do Milton e de todos os parceiros que foram responsáveis pelo Clube da Esquina”.

“Essa série foi um projeto marcante para mim. Principalmente pela forma como tudo foi feito, em Minas Gerais, cercado pelas montanhas de minhas tantas memórias. E onde eu tive o privilégio de receber algumas das pessoas mais importantes do meu convívio”, afirma Milton.
No primeiro episódio, o cantor recebe Seu Jorge, Samuel Rosa e Lô Borges para um papo descontraído. Eles falam da famosa esquina em Belo Horizonte que deu nome ao grupo e das influências mundiais.

Ele e Lô aproveitam para relembrar as primeiras composições que fizeram e também das dificuldades que passaram, como a resistência da gravadora em investir em Lô Borges, que à época era um garoto desconhecido. O público poderá apreciar, ainda, reinterpretações para composições como Para Lennon & McCartney e Clube da Esquina Nº 2, por exemplo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grupo Clube da Esquina é tema de série

Canal Brasil estreia obra que mostra trabalho de músicos em Minas Gerais nos anos 1970

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

28/01/2020 | 22:40


Uma viagem ao universo mineiro e musical dos anos 1970 com Milton Nascimento e sua trupe. É o que promove, com vista privilegiada para as montanhas, a série Milton e o Clube da Esquina, que toma conta da grade do Canal Brasil sexta-feira, a partir das 22h30. Após a exibição na televisão, todos os episódios estarão disponíveis no Canal Brasil Play também para não assinantes.

Com direção assinada por Vitor Mafra, a obra mostra, ao longo de seis episódios, reencontro de Lô Borges, Márcio Borges, Ronaldo Bastos e Milton, além de outros convidados. Os artistas aproveitam para contar histórias da época em que as canções do lendário álbum Clube da Esquina foram gravadas.
Produtor do projeto, Fabiano Gullane diz que a série busca trazer para “o público brasileiro e mundial um pouco do talento do Milton e de todos os parceiros que foram responsáveis pelo Clube da Esquina”.

“Essa série foi um projeto marcante para mim. Principalmente pela forma como tudo foi feito, em Minas Gerais, cercado pelas montanhas de minhas tantas memórias. E onde eu tive o privilégio de receber algumas das pessoas mais importantes do meu convívio”, afirma Milton.
No primeiro episódio, o cantor recebe Seu Jorge, Samuel Rosa e Lô Borges para um papo descontraído. Eles falam da famosa esquina em Belo Horizonte que deu nome ao grupo e das influências mundiais.

Ele e Lô aproveitam para relembrar as primeiras composições que fizeram e também das dificuldades que passaram, como a resistência da gravadora em investir em Lô Borges, que à época era um garoto desconhecido. O público poderá apreciar, ainda, reinterpretações para composições como Para Lennon & McCartney e Clube da Esquina Nº 2, por exemplo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;