Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Comércio popular já vende itens de Natal

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Paula Cabrera
Do Diário do Grande ABC

07/11/2010 | 07:08


Mal os brinquedos direcionados ao Dia das Crianças saíram do destaque nas praleiras das lojas, os enfeites de Natal já pegaram seu lugar. Os artigos de época - como enfeites, guirlandas e árvores - já são os mais buscados de oito em cada dez clientes do comércio popular. A estimativa do setor é de que a saída desses itens cresça de 8% até 15% neste ano em relação ao desempenho do ano passado.

"A procura maior começa, sempre, depois do pagamento de novembro. Não vencemos de repor estoque", conta o gerente de uma rede que atua na região, Ondamar Ferreira.

Luzes piscantes, bolas coloridas e guirlandas ocupam postos de destaque entre os mais procurados, no entanto, as novidades também têm espaço na cesta do cliente. "Tudo sai bem, mas temos alguns produtos que aguçam a curiosidade. Neste ano são casinhas, totalmente fechadas, que sopram isopor para fora da chaminé como se fosse neve. É muito bonito e tem chamado a atenção", conta.

Apesar do preço baixo cobrados por esses produtos, Ferreira atesta que são exatamente os itens de menor valor que aglutinam no lucro da loja no fim do mês. "Estes itens saem muito, em quantidade absurda e é exatamente aí que conquistamos maior receita", argumenta.

 

SEM CHAMAR ATENÇÃO

Com a procura intensa desde a segunda quinzena de outubro, lojistas da região nem precisam colocar os artigos em destaque nas prateleiras. "As pessoas já veem pensando em comprar alguma coisa de Natal e procuram por isso, mesmo que não esteja fácil de ver", diz Ferreira.

 

25 DE MARÇO

No principal comércio popular do País, os lojistas já tiveram ensaio do que os espera neste ano. Muitos consumidores aproveitaram o feriado de Finados para visitar a 25 de Março e já garantir a decoração de Natal. O movimento foi tão intenso, que as pessoas mal conseguiam caminhar pelas ruas, sem erguer as compras para passar. "Daqui para frente esse movimento só deve aumentar", estima Ferreira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;